quinta-feira, 24 de novembro de 2011

dadinho de amendoim


Doces com amendoim sempre foram meus favoritos na infância: paçoca, pé-de-moleque e dadinho. Tempos atrás até pegava alguns dadinhos para facilitar o troco nas vendinhas por aí. Até que desisti: doce de infância merece ter a memória preservada e não ser profanado por essas porcarias cheias de gordura que grudam nos dentes e não têm sabor algum de amendoim!
Aí eu preparei os brownies com manteiga de amedoim, e o sabor do doce reacendeu minhas memórias - e as lombrigas também. Fiquei com idéia fixa de preparar o docinho, achei uma receita que parecia bem razoável e fui preparar. Olha, o doce dá um certo trabalhinho, fiquei na dúvida de qual o ponto era para processar as castanhas e não tenho certeza se ficou mais mole do que deveria. Só sei que ficou muito gostoso. Não é o dadinho'80s e definitivamente não é parecido com o atual. É um outro doce muito, muito bom que desmancha na boca e doce na medida, fica bom geladinho e melhor ainda depois de alguns dias.
A receita encontrei aqui. No modo de preparo coloquei minhas modificações.

1½ xícara amendoim moído
½ xícara castanha-do-caju moída (usei sem sal)
½ xícara açúcar 
1 colher (sopa) manteiga
pitada de sal
4 colheres (sopa) açúcar de confeiteiro

Passe pelo processador o amendoim e a castanha-do-caju até formar ficar fininha - se preferir utilize-as já na forma de farinha. Coloque o amendoim, castanha-do-caju, açúcar, mateiga e sal no processador, até formar uma pasta. Em seguida coloque numa panela, em fogo baixo e mexa a massa até desgrudar do fundo da panela. Eu processei tudo até ficar uma massa granulosa, coloquei na panela, quando a massa ficou quente, voltei para o processador e a massa virou uma pasta rapidamente, pois ajudou a soltar os óleos das castanhas. Coloque num prato fundo e leve à geladeira por 30min, ou até amornar. Adicione o açúcar de confeiteiro aos poucos e vá incorporando à massa, vai ajudar a ficar mais seco. Molde os dadinhos com as mãos - eu preferi colocar a massa sobre papel manteiga, moldar com as mãos um quadrado de 2cm de altura e depois de frio cortei os cubinhos com uma faca.
rendimento: consegui uns 60 dadinhos.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

biscoitinho de laranja com chocolate


Meses atrás comprei o livro Cooking at Home porque seria uma esperança para melhorar o nível da gororoba servida à noite por/para mim e para o marido - o livro é cheio de receitas salgadas muito práticas. O tempo passou e o livro ficou parado na estante, a gororoba melhorou por outros motivos. Resolvi dar uma olhada no pobrecito do livro, e claro! A primeira receita escolhida tinha que ser doce, se não fosse assim, não seria eu, né? O lado bom é que a escolha foi acertada, sempre achei a combinação de laranja com chocolate meio estranha, mas sempre tive boas surpresas com ela.

1½ xícara (235g) farinha de trigo
½ xícara (125g) açúcar
¼ xícara (30g) amido de milho
1 colher (sopa) + 1 colher (chá) raspas de laranja
pitada de sal
¾ xícara (185g) manteiga, gelada e cortada em pedacinhos
½ colher (chá) baunilha
125g chocolate meio-amargo*, picadinho

Pré-aqueça o forno a 180ºC. No processador coloque a farinha, açúcar, amido, sal e raspas de laranja, pulse até combinar tudo. Adicione a manteiga e baunilha, processe até formar uma massa meio homogênea. Coloque a massa sobre uma folha de papel manteiga e amasse algumas vezes para uniformizar bem a massa. Se estiver muito mole a massa, coloque por alguns minutos na geladeira. Com um rolo, abra a massa sobre o papel, numa espessura de 0,5cm (eu sempre faço mais fino), corte com um cortador - usei um redondo de 5cm - e disponha os biscoitinhos numa assadeira forrada com papel manteiga. Não é necessário deixar muito espaço entre os biscoitinhos, pois eles não crescem muito. Leve ao forno por 15cm, ou até dourar levemente. Retire do forno, espere esfriar um pouco na assadeira, coloque sobre gradinhas e espere esfriar completamente.
Derreta o chocolate. De preferência use uma tigela estreita e funda, ou uma xícara. Mergulhe cada biscoitinho até a metade, e coloque sobre uma assadeira, também forrada com papel manteiga e leve à geladeira para o chocolate endurecer. Coloque os biscoitinhos em pote hermético e mantenha na geladeira até servir. Como o chocolate não passou pelo processo da temperagem, logo irá derreter se ficar muito tempo em temperatura ambiente. Num recipiente bem fechado os biscoitinhos não perderão a crocância - e nem vão durar muito ;)
Rendimento: 24 biscoitinhos, com cortadores de 7cm. Fiz meia receita, usei um cortador de 5cm, abri a massa fina e obtive 30 biscoitinhos.
* A quantidade de chocolate foi insuficiente, precisei derreter um pouco a mais.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

mini cheesecake de framboesa


Fiz cheesecake apenas uma vez na vida, apesar de todo mundo ter gostado, achava que ainda não estava bom. Até que fiz novamente esta versão mini. Segui todas as instruções da receita, principalmente temperatura e tempo de forno, quando retirei do forno e vi os bolinhos balançando com jeitão de ainda crus, logo pensei que havia algo errado, voltaram para o forno. Um leve desespero, faço drama. Até que achei esse texto bem explicativo, que me fez pensar que a base de um bom cheesecake é a confiança. Quando o cheesecake está pronto, nunca vai parecer que está pronto, tem que confiar. E aí me dei conta que tenho problemas com docinhos que não parecem assados quando saem do forno, como brownies que demorei a acertar o ponto.
A primeira fornada ainda passou um pouco do ponto, depois resolvi deixar a segunda no tempo correto, mandei pra geladeira de um dia para o outro e deu tudo certo. Ah, como base usei aquela bolacha de aveia e mel, da Nestlé, triturei a bolacha, tudo certinho. Sobrou muita mistura de cream cheese, e para não perder apenas coloquei uma bolacha no fundinho da forma - o tamanho era certinho - e achei que ficou mais saboroso só com a bolacha inteira. Para quem quiser fazer assim, queima uma etapa e economiza tempo ;)
Receita do livro aqui.

1 ½ xícara de bolacha doce, tipo maizena, moida
3 colheres (sopa) manteiga, derretida
1 ½ xícara + 2 colheres (sopa) açúcar
170g framboesa
900g cream cheese, temperatura ambiente
pitada de sal
1 colher (chá) baunilha
4 ovos grandes, temperatura ambiente


Pré-aqueça o forno a 170ºC. Coloque forminhas de papel dentro das formas de muffin. Triture a bolacha, misture a manteiga. Pressione 1 colher de sopa da bolacha no fundo de cada forminha. Leve ao forno por 5min. Deixe esfriar. Enquanto isso, passe as framboesas pelo processador, até formar um purê, depois passe por uma peneira para descartas as sementes, misture 2 colheres (sopa) de açúcar e reserve. Na batedeira coloque o cream cheese e bata em velocidade média até ficar fofo. Adicione o açúcar. Em seguida coloque o sal e baunilha. Por último adicione os ovos, um a um, batendo bem após cada adição.  
Coloque 3 colheres de sopa da mistura nas forminhas preparadas, por cima pingue algumas gotinhas do purê de framboesa, e com um palito de madeira, faça movimentos circulares para mesclar. Coloque as forminhas numa assadeira alta (minhas forminhas de muffin são individuais), despeje água na assadeira até cobrir metade das forminhas e leve ao forno pré-aquecido a 170ºC, por 22min, virando a forma na metade do tempo. Retire do forno, deixe esfriar bem, e leve à geladeira - ainda dentro das forminhas de metal - por pelo menos 5 horas antes de servir - o ideal é passar uma noite na geladeira.
Rendimento: 32 mini cheesecakes. Fiz 1/3 da receita e obtive 10. Aconselho a preparar um pouco mais de base de bolacha.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

panna cotta de baunilha com morangos


Sempre que via uma receita de panna cotta, ficava me pergundo, por que ainda não preparei? Cri-cri-cri. É, nenhuma justificativa para minha falta. Até comentei com o marido do que ele achava (leia-se: você me ajuda a comer?) - ao listar os ingredientes ele pensou que era algo parecido com aquela mistura branca da gelatina mosaico (uma sobremesa super na moda nos idos de 1980) e logo rejeitou a idéia da panna cotta. Eu simplesmente ignorei a cara feia dele e pensei: é impossível esse treco ser ruim! Estava certa, ficou deliciosa, os morangos combinaram muito bem... e ainda fiz o marido feliz com uma sobremesa cremosa :)
Receita desse livro.

¼ xícara água
3 ½ colheres (chá) gelatina em pó sem sabor
3 ¼ xícaras creme de leite fresco
¾ xícara açúcar de confeiteiro
1 fava de baunilha



Coloque a água numa tigelinha e aos poucos salpique a gelantina em pó sobre a água, deixe por 5min. Numa panelinha coloque o creme de leite, açúcar e a fava da baunilha - abra no sentido do comprimento, raspe as sementes com uma faquinha e coloque tudo na panela. Deixe aquecer em fogo médio-baixo por 5min, mexendo de vez em quando. Coloque a gelatina hidratada na panela e sem parar de mexer, deixe no fogo por 2min. Distribua a mistura em potinhos, espere amornar, cubra e leve à geladeira por 4-6 horas. Sirva com os morangos cozidos.
Para os morangos, usei 1 bandejinha de 300g. Lave, retire os cabinhos e corte no sentido do comprimento os morangos maiores. Coloque numa panela com 2 colheres (sopa) de açúcar, e leve para aquecer. Quando os morangos estiverem cozidos e ainda firme, reitire-os da panela, transfira para uma tigela. Terá se formado uma calda junto com os morangos, abaixe o fogo para o mínimo e deixe esta calda reduzir, até ficar como um xarope. Despeje a calda sobre os morangos.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

muffins de banana e canela


Havia comprado bananas com a intenção de usar em outra receita. O tempo foi passando, eu adiava preparar o bolo que planejava, e as bananas não estavam dispostas a esperar minha indecisão, amadureceram no tempo delas. A fruta não é das mais apreciadas em casa para comer in natura, e de um jeito ou de outro, sempre acabam virando ingrediente. Ao mesmo tempo percebi que faz um tempo que não rolava nenhum muffin por aqui, então me pus a procurar mais uma receita de muffin de banana - como se já não houvesse receitas o suficiente postadas! Estes são bem fáceis, ficaram bem macios - e ainda melhores alguns dias depois. Receita daqui.

350g (2½ xícaras) farinha de trigo
½ colher (chá) sal
1 ½ colher (chá) fermento em pó
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
2 colheres (chá) canela em pó
160g açúcar
375ml buttermilk* (usei iogurte)
1 ovo
1 ½ colher (chá) baunilha
70g manteiga, derretida
400g bananas, cerca de 4-5 bananas médias


Pré-aqueça o forno a 170ºC. Numa tigela grande coloque a farinha, açúcar, sal, fermento, bicarbonato e canela, misture bem. Numa outra tigela coloque o buttermilk, ovo e baunilha, misture. Aos pouquinhos coloque a mistura líquida na tigela dos secos. Mexa somente para incorporar. Adicione a manteiga derretida, misture. Por último coloque as bananas já amassadas, e mexa somente para dispersar os pedacinhos de banana, não precisa incorporar tudo. Coloque a massa nas forminhas, por cima salpique açúcar e canela. Leve ao forno por 20-30min, ou até que um palito saia seco. Deixe esfriar.
rendimento: 12 muffins, fiz meia receita e obtive 10 muffins, em forminhas de 80ml de capacidade. 
* para fazer o buttermilk caseiro, misture uma colher de sopa de limão - ou vinagre de maçã - para cada xícara de leite, aguarde uns 10 minutos e estará pronto para usar.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

bolo de mel com calda de água de flor de laranjeira e amêndoas


Puxa, que título extenso para um bolo tão pequeno! Como muitas vezes acontece, a receita foi escolhida para desovar algum item na despensa perto do prazo de vencimento. Neste caso foi o mel, já bem cristalizado, mas nada que uns segundos no microondas não resolvesse.
Bom, na verdade este bolo é um cupcake, para ser distribuido em forminhas e cobertos com um glacê bem amanteigado - pois assim que é apresentado no livro. Mas eu não queria comer buttercream, e nem sei fazer aquelas decorações lindas de cupcakes, então preferi ser mais realista e honesta com meus gostos e habilidades e coloquei numa assadeira de bolo. Coloquei amêndoas laminadas pra ficar bonitinho. Para a cobertura logo pensei naqueles doces árabes que tanto gosto, e decidi fazer somente uma calda de açúcar aromatizada com água de flor de laranjeira. O bolo fica um pouco denso, ótimo para acompanhar um café da tarde e acreditem, apesar de levar mel e açúcar não ficou muito doce.

bolo:
2 xícaras farinha de trigo
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
1 colher (chá) fermento em pó
1 colher (chá) sal
½ colher (chá) canela em pó
2 ovos grandes, temperatura ambiente
½ xícara açúcar refinado
¼ xícara açúcar mascavo
½ xícara + 2 colheres (sopa) mel
½ xícara leite
½ xícara óleo vegetal
½ colher (chá) raspas de limão
2 colheres (sopa) amêndoas laminadas

calda (medidas para meia receita do bolo):
4 colheres (sopa) açúcar
2 colheres (sopa) água
½ colher (chá) água de flor de laranjeira

Misture numa tigela a farinha, bicarbonato, fermento, sal e canela. Na tigela da batedeira coloque os ovos e adicione os açúcares, bata até formar uma creme claro. Adicione o mel, leite, óleo e raspas de limão. Diminua a velocidade da batedeira e coloque a mistura de farinha, em duas vezes, esperando incorporar à massa, antes de acrescentar o restante. Coloque a massa numa forma* untada e polvilhada com farinha, espalhe a amêndoa e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 30min, ou até um palito sair seco. Deixe esfriar.
Enquanto o bolo esfria, prepare a calda colocando tudo numa panelinha e leve ao fogo até ficar levemente dourado.  Não saia de perto do fogão, pois a calda fica pronta rapidamente e se deixar muito tempo vai endurecer - como aconteceu com a minha. Retire a panelinha do fogo e despeje sobre o bolo.
* fiz meia receita e coloquei numa forma quadrada de 15cm. Se fizesse a receita inteira colocaria numa forma quadrada de 20cm, ou numa redonda de 23cm. Esta receita é para cupcakes, no livro o rendimento é 20 bolinhos.