quinta-feira, 10 de abril de 2014

muffin com chocolate


Um dia cismei que precisava de forma de muffin. Eu tenho daquelas individuais, colocava numa assadeira de pizza e talz. Primeiro pensei naquela de muffin jumbo com 6 cavidades, encontrei em apenas dois sites e não fazia a menor ideia se acharia as formas de papel para este tamanho. Não sei porque às vezes cismo com certas coisas, vira uma ideia fixa e depois passa como se nunca tivesse existido. Decidi que não haverá mais meias receitas por aqui: quando me dispuser a ligar o forno, separar e pesar ingredientes, sujar louça, etc, etc é para fazer o tanto de comida que a receita rende, se for muito e o marido não ajudar a comer, vai pro freezer e terei comida pronta congelada e caseira. Acho que foi por esse motivo que cismei em ter a forma de muffin, ainda assim desnecessária.
Enfim, queria estrear logo minha forma, mas planejava outra receita com bananas e teria que descongelar as bananazzzzz, e esta receita me pareceu mais fácil, mais simples. Receita do lindo, incrível, maravilhoso e mais três linhas de adjetivos favoráveis Baking Unplugged.

1 xícara farinha de trigo
⅔ xícara cake flour*
¾ colher (chá) fermento em pó
¾ colher (chá) bicarbonato de sódio
pitada de sal
¼ xícara manteiga, amolecida
⅔ xícara açúcar
2 ovos grandes, temperatura ambiente
1 xícara de iogurte natural (ou sour cream), temperatura ambiente
¾ xícara gotas de chocolate

Numa tigela grande misture a farinha, cake flour, fermento, bicarbonato e sal. Em outra tigela coloque a manteiga e o açúcar, bata com fouet por 2min, ou até ficar homogêneo. Cada um por vez adicione os ovos e misture bem. Coloque o iogurte, uma metade por vez, mexendo ligeiramente. Por fim, coloque as gotas de chocolate e mexa também. Distribua a massa nas forminhas e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 16 a 20 minutos, cheque com um palito. Espere esfriar antes de desenformar.
rende: 12 muffins.

*cake flour: para fazer 1 xícara basta colocar 1 colher de sopa de amido de milho e completar a xícara com farinha de trigo.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

bolo de chocolate com cobertura de coco e pecãs


Desde que desenformei este bolo sabia que não conseguiria uma boa foto dele, o cacau combinado com o bicarbonato resultou numa cor muito intensa de chocolate. Mas assim que consegui arrancar o primeiro pedaço (recomendo fortemente que coloquem papel manteiga no fundo da forma), decidi que precisaria postar com foto boa ou ruim porque o bolo é absolutamente delicioso.
Passei semanas, talvez meses, com vontade de um bolo de chocolate, mas não conseguia me decidir se queria um bolo simples, amanteigado, com ou sem cobertura, com ou sem recheio, etc. Até que me lembrei deste, e também do montão de coco flocado que tinha na geladeira. Achei inusitado (pelo menos pra mim) assar a cobertura no grill do forno, fica uma mistura de cocada e caramelo, enfim: façam este bolo! Receita do sempre incrível Baking Unplugged.

massa:
10 colheres (sopa) manteiga amolecida
1 ⅔ xícara açúcar
2 ovos grandes, temperatura ambiente
1 colher (chá) baunilha
pitada de sal
1 ½ xícara + 2 colheres (sopa) farinha de trigo
½ xícara + xícara cacau em pó
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
1 colher (chá) fermento em pó
1½ xícara café forte, frio ou morno

cobertura: 
3 colheres (sopa) manteiga, temperatura ambiente
¾ xícara açúcar mascavo - aperte para medir
¼ xícara creme de leite
1 ½ xícara coco em flocos adoçado
⅔ xícara pecãs, bem picadas
¼ xícara chocolate picado, ou em gotas

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe (melhor cobrir o fundo com papel manteiga). Numa tigela média bata a manteiga e o açúcar, até ficar cremoso - cerca de 1 minuto, eu usei fouet. Então coloque os ovos, um a um. Continue misturando até a massa ficar cremosa. Acrescente a baunilha e sal. Peneire a farinha, cacau, bicarbonato e fermento diretamente sobre a tigela. Por último coloque o café. Delicadamente vá misturando a massa, até ficar lisa. Coloque a massa sobre a forma preparada, nivele e leve ao forno até um palito sair com um pouquinho de migalhas grudadas, cerca de 40min.
Assim que retirar o bolo do forno, aqueça o grill. 
Para preparar a cobertura, numa tigela média bata a manteiga e o açúcar até virar um creme, coloque o creme de leite e mexa mais um pouco. Adicione o coco, pecãs e chocolate, misture bem. Espalhe esta mistura sobre o bolo. Leve ao forno por 2 a 3min, ou até começar a borbulhar e dourar. Deixe esfriar completamente e desenforme.
rende: 12 porções.

quinta-feira, 27 de março de 2014

pudim de morangos e amêndoas


Na época do natal eu vivia com este livro da Donna Hay nas mãos, e como acontece algumas vezes, um livro que pouco me interessava, de repente desperta meu interesse e tenho vontade de preparar muitas receitas dele. E num dia desses descobri que tinha todos os ingredientes em casa, inclusive com três deles precisando ser consumidos com certa urgência, corri para preparar. Adorei a combinação dos sabores e a simplicidade no preparo.

150g (⅔ xícara) açúcar
120g (1 xícara) farinha de amêndoas
1 colher (sopa) farinha de trigo
250ml (1 xícara) creme de leite
1 colher (chá) baunilha
3 ovos
1 bandeja de morangos
2 colheres (sopa) açúcar demerara (esqueci de usar)
chantilly ou sorvete de creme para acompanhar

Misture açucar, farinha de amêndoa, farinha de trigo, creme de leite, baunilha e ovos. Coloque colheradas da massa em 4 potinhos (com capacidade para 1 xícara cada). Sobre a massa espalhe os morangos cortados ao meio, e polvilhe um pouco do açúcar demerara por cima. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 25min, ou até que esteja firme e seco no centro. Sirva morno.
rende: 4 porções


terça-feira, 18 de março de 2014

penne com shitake e bacon


Quando era criança aprendi que bacon era toucinho - ou toicinho, como meus pais falavam - e ainda usei toucinho por um bom tempo. Até que vi a Carla Pernambuco falando beicãn, ou algo assim, em outro programa ela disse que o pessoal da produção tirou sarro dela por causa da pronúncia, mas que assim era o correto. E pronto, aqui em casa virou beicãn, até na lista de compras eu escrevo assim. Achei esquisita a combinação com shitake e molho de tomate, o Emeril garantia que ficava bom, tinha todos os ingredientes em casa, almoçaria sozinha, então, por que não tentar? Fica muito bom, sim, colocaria até mais beicãn, mas preferi exagerar no shitake, porque cogumelos são prioridade em qualquer prato por aqui. Receita tirei desse livro do Emeril, ainda bem que tenho na versão kindle, porque a capa tá a cara da Pizza do Faustão.

450g penne (ou ourta massa curta)
4 fatias de bacon, picadas
200g shitake, cortados em fatias finas
1 ½ xícara cebola picadinhas
2 colheres (chá) alho picadinho
2 latas tomates pelados (usei tomates frescos)
¼ xícara manjericão picado (usei salsinha)
sal e pimenta-do-reino a gosto
¼ xícara azeite extra-virgem
parmesão ralado, opcional

Aqueça uma panela com água e sal para cozinhar o macarrão. Enquanto isso, aqueça uma frigideira com um fiozinho de azeite e frite o bacon picado, até ficar crocante. Coloque os cogumelos e a cebola e cozinhe até ficarem macios, por uns 5-6 min, em seguida adicione o alho, cozinhe por uns 30segundos. Coloque o penne cozido e escorrido na frigideira*, então, despeje os tomates, manjericão, acerte o sal e pimenta, coloque o azeite, misture tudo, e por fim o parmesão.
*usei tomates frescos, picados e sem pele, coloquei os tomates antes do macarrão e deixei cozinhar por alguns minutos, até soltarem os sucos.
rende: 4 a 6 porções