31.10.18

bolo de coco com calda de rum


Curioso como as coisas deram para quebrar aqui em casa ao mesmo tempo, já comentei do forno, a geladeira faz barulhos esquisitos e agora minha balança de cozinha deu o último suspiro. E balança pra mim é item de primeira necessidade, uso quase todos os dias. Nos dias sem balança fiquei perdida porque queria bater um bolinho, porém a maioria das receitas que me agradava precisava da balança para medir um ou outro ingrediente. Lembrei desta, tudo medido em xícaras e um tablete inteiro de manteiga. É aquele bolo que a massa fica bem densa, por isso uma calda é imprescindível, aqui a calda é uma mistura de leite de coco e rum. Eu adoro álcool em doces, mas já aviso que o sabor do rum fica bem discreto. Receita do livro Ready for Dessert, do David Lebovitz.

bolo de coco com calda de rum
bolo:
3 xícaras farinha de trigo
½ colher (chá) fermento em pó
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
pitada de sal
¼ colher (chá) noz moscada
1 xícara (225g) manteiga, temperatura ambiente
2 xícaras açúcar
3 ovos grandes
2 gemas grandes
1 colher (sopa) baunilha
¾ xícara (180ml) leite de coco

calda:
¾ xícara (180ml) leite de coco
6 colheres (sopa) açúcar
½ xícara (125ml) rum

Pré-aqueça o forno a 180℃. Unte e enfarinhe uma forma de furo central no meio, de 25cm ø. Numa tigela grande peneire a farinha, fermento, bicarbonato, sal e noz moscada. Na batedeira coloque a manteiga e açúcar, bata até formar um creme claro e fofo, cerca de 3-5 min. Em seguida coloque os ovos, gemas e baunilha, bata até ficar incorporado. Por fim coloque alternadamente a mistura de farinha e leite de coco. Coloque a massa na forma, forma no forno e asse por 55-60min, ou até um palito sair seco quando inserido no centro da forma.
Enquanto o bolo assa, prepare a calda. Misture numa panelinha o leite de coco e açúcar, leve ao fogo até o açúcar dissolver. Quando desligar o fogo, adicione o rum e mexa bem.
Assim que retirar o bolo do forno, deixe-o na forma e fure com um palito de dente cerca de 60 vezes. Coloque mais ou menos dois terços da calda sobre o bolo furado. Deixe na forma até esfriar completamente. Inverta o bolo sobre um prato e pincele o restante da calda.

19.10.18

waffles - receita fácil


É bem raro preparar waffles por aqui, mesmo nos finais de semana, quando há mais tempo, o problema é sempre o mesmo: falta de apetite matinal. E quando me animos a fazer waffle - geralmente no lanche da tarde - eu nunca tenho uma receita prática na mão. Ou leva fermento biológico, ou precisa bater as claras separadamente; e eu só quero algo tão fácil quanto fazer massa de panqueca. Bom, gostei desta receita, atende minhas exigências de cozinheira preguiçosa, tão preguiçosa que deixo registrado no blog para não precisar pesquisar por novas receitas no futuro. Encontrei no finado site do Allrecipes Brasil.

waffle
250g farinha de trigo
½ colher (chá) sal
4 colheres (chá) fermento em pó
2 colheres (sopa) açúcar
2 ovos
360ml leite morno
80g manteiga derretida

Misture a farinha, sal, fermento e açúcar. Em outra tigela misture o leite, ovos e manteiga derretida, mexa bem para os ovos incorporarem à mistura. Junte à farinha e misture até formar uma massa homogênea. Coloque colheradas da massa na máquina de waffle pré-aquecida. Asse os waffles como de costume.
rende: 10-12

4.10.18

bolo invertido de banana



Falei antes que a vida anda bagunçada por aqui, um dos motivos é que recentemente passei por uma cirurgia na região do pescoço. Aí fico em casa, de molho, só assistindo TV e lendo opiniões idiotas sobre política no twitter - porque concentração para leitura se tornou algo escasso nestes tempos - e dá a maior vontade de ir para a cozinha aprontar algo. Antes da cirurgia fiz vários pratos e congelei, para não me preocupar com a qualidade da alimentação nos dias de convalescença. Vi duas bananas maduras na fruteira, uma foto linda de bolo invertido no instagram, não resisiti e fui assar bolo! E que bolo, senhoras e senhores! Bem fácil de fazer, macio, molhadinho e puxa-puxa do caramelo... a boca chega a encher d’água😋
Receita para guardar e repetir sempre, veio do site do David Lebovitz.

bolo invertido de banana
caramelo:
4 colheres (sopa) manteiga
110g açúcar mascavo
1 colher (chá) baunilha
1 colher (sopa) rum
4-5 bananas médias (usei duas grandes)

bolo:
175g farinha de trigo
1½ colher (chá) fermento em pó
½ colher (chá) canela em pó
pitada de sal
115g manteiga, temperatura ambiente
150g açúcar (usei demerara)
2 ovos
125ml leite
1 colher (chá) baunilha

Pré-aqueça o forno a 180℃. Comece pelo caramelo, numa frigideira (25cm ø) que possa ir ao forno, coloque a manteiga e açúcar mascavo, ligue o fogo e mexa até derreter tudo. Retire o frigideira do fogo, adicione o rum e baunilha e misture. Se você não tiver uma frigideira assim, faça numa panela comum até este passo e transfira o caramelo para uma forma do mesmo tamanho untada e enfarinhada nas laterais. Descasque e corte as bananas no sentido no comprimento (três fatias para cada banana) e espalhe sobre o caramelo. Reserve.
Para o bolo, numa tigela misture a farinha, fermento, canela e sal. Na batedeira coloque a manteiga e açúcar e bata até formar um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um. Adicione metade da farinha, metade do leite e bata até incorporar tudo, repita com o restante de leite + farinha, por fim a baunilha. Não bata demais a massa. Despeje a massa sobre as bananas e leve ao forno por 30-35 min, ou até passar no teste do palito. Espere uns dez minutos e passe uma faca envolta da forma para desgrudar, e desenforme o bolo.

30.9.18

vende-se: livros


Olá, pessoas! Vou colocar aqui uma lista de livros que estou vendendo, o motivo é livrar espaço aqui em casa. Por mais que livros de receita sejam divertidos de manusear, acho muito mais prático tê-los no formato digital - o da Dorie Greenspan, por exemplo, estava na promoção no kindle, comprei e preferi abrir mão da versão impressa. 
Se interessar algo, mande um e-mail com seu CEP para ➤blogcomidadequinta@gmail.com que eu passo o valor do frete, ok? 
Os livros estão em bom estado, e mais baratos que nos sebos porque eu preciso me desfazer deles. Me ajuda aê!
update: coloquei mais títulos


Dorie's Cookies, Dorie Greenspan - RS 40,00

The Bon Appetit Cookbook: Fast Easy Fresh , Barbara Fairchild - R$ 40,00

The Sweet Melissa Baking Book, Melissa Murphy - R$ 20,00

28.9.18

cheesecake de framboesa e chocolate branco


Mais uma receita que fiz tempos atrás, estava com muito preguiça de digitar toda a receita, mas o resultado da cheesecake compensa muito este esforço para compartilhar algo tão bom!
A camada de framboesa é super suave e contrasta bem com a parte de chocolate branco, que é mais doce e densa. Achei a base de biscoito de chocolate desnecessária (só pelo apelo visual, mesmo), na próxima vez prefiro uma base de bolacha maisena (desculpa, apesar de paulistana eu uso as palavras bolacha e biscoito sem distinção =D). Receita do livro Bon Appétit Desserts, da Barbara Fairchild.

cheesecake de framboesa e chocolate branco
250g bolacha de chocolate (usei oreo, sem recheio)
70g manteiga, derretida
180g framboesa, (usei congelada)
170g chocolate branco, picado ou gotas
800g cream cheese, temperatura ambiente
1⅓ xícara açúcar
2 colheres (sopa) farinha de trigo
4 ovos grandes
2 colheres (sopa) creme de leite (usei leite)
1 colher (chá) baunilha

Pré-aqueça o forno a 160℃. Unte uma forma redonda de 23cm, de aro removível. Triture as bolachas e misture à manteiga derretida. Coloque a mistura na forma preparada e pressione os fundos e a metade das laterais da forma. Leve ao forno por 8 minutos (só para firmar a base, cuidado com o tempo de forno porque pode queimar facilmente). Deixe esfriar sobre uma gradinha. Mantenha a temperatura do forno
Passe as framboesas por uma peneira, pressionando bem para extrair todo o líquido e meça ½ xícara de polpa da fruta, descarte as sementes. Derreta o chocolate branco e reserve.
Na batedeira junte o cream cheese e açúcar e bata até ficar um creme homogêneo o fofo. Coloque a farinha, em seguida os ovos, um a um. Por fim o creme de leite e a baunilha. Transfira 2¼ xícaras da massa para uma tigela média e misture o chocolate branco derretido, reserve. Na massa da tigela da batedeira coloque a polpa da framboesa e misture.
Sobre a base de bolacha, verta a mistura de framboesa e leve ao forno, dentro de uma assadeira grande, em banho-maria, e asse por 50min. Retire cuidadosamente a forma do forno, deixe esfriar por uns cinco minutos (vai firmar um pouco). Sobre a camada de framboesa, coloque a mistura de chocolate branco, e com as costas de uma colher, faça movimentos concêntricos para espalhar a massa. Leve ao forno novamente, por aproximadamente trinta minutos. Retire a forma do banho-maria, deixe esfriar à temperatura ambiente, cubra e leve à geladeira por uma noite.
Para desenformar, passe uma faca em volta da forma, para desgrudar.

25.9.18

cookies de chocolate ao leite


Minha filha me pediu para fazer cookies cravejados de gotas de chocolate, desses que parecem mais um emoji; viu em algum desenho a personagem mergulhar os cookies no leite e quis fazer o mesmo. Logo me lembrei desta receita, com chocolate ao leite e sem nuts, e facílima de fazer: suja apenas uma tigela e não requer batedeira. Receita do livro Nigella Kitchen.

cookies de chocolate ao leite
120g manteiga
xícara açúcar mascavo claro
½ xícara açúcar refinado
1 ovo + 1 gema, gelados
1 colher (chá) baunilha
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
2 xícaras farinha de trigo
280g chocolate ao leite, em gotas ou picado

Numa tigela grande coloque a manteiga para derreter, uma vez derretida espere esfriar um pouco. Junte os açúcares e mexa até incorporar bem. Em seguida coloque o ovo, gema e baunilha, mexa até ficar cremoso e leve. Agora coloque a farinha e bicarbonato e misture até a farinha ser completamente absorvida, por mim o chocolate e misture. Faça bolotas com a massa, coloque num prato e deixe na geladeira, para firmar bem (a manteiga vai solidificar e quando for ao forno os cookies não se espalharão pela assadeira). Aqueça o forno a 180°C. Forre uma assadeira com papel manteiga e disponha as bolotas, mantendo distância de 5cm entre elas. Asse por 15-17min, ou até dourarem nas bordas. Retire do forno, aguarde uns 5 min na assadeira, em seguida passe para uma gradinha até esfriar. Guarde em pote fechado.
rendeu: 42 cookies pequenos 

21.9.18

bolo salgado de couve-flor


A vida do lado de cá da tela anda uma bagunça, minha cabeça que já é desgraçada por natureza está um turbilhão. Tanto que esqueci completamente deste blog, só lembrei quando vi umas fotos de comida perdidas pelo celular. Fiz este bolo mês passado, fica delicioso e absurdamente aromático. Vai bem com uma salada de folhas para uma refeição meatless. Receita do livro Plenty More, do Yotam Ottolenghi

bolo salgado de couve-flor
1 couve-flor, só os floretes (cerca de 450g)
1 cebola roxa média
75ml azeite
½ colher (chá) alecrim, picadinho
7 ovos
½ xícara folhas de manjericão, picadas
1 xícara farinha de trigo peneirada (meça depois peneire)
1½ colher (chá) fermento em pó
¼ colher (chá) cúrcuma
150g queijo parmesão, ralado no ralo grosso
1 colher (sopa) sementes de gergelim branco
1 colher (chá) sementes de gergelim preto
sal e pimenta-do-reino

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Cozinhe a couve-flor até ficar bem macia, deixe esfriar. Corte quatro rodelas da cebola e reserve. Como restante pique grosseiramente, e coloque numa panela, juntamente com o azeite e alecrim, cozinhe em fogo médio até ficar macia, deixe esfriar. Numa tigela grande coloque a cebola com o azeite, ovos e manjericão, misture bem, então junte a farinha, fermento, cúrcuma queijo, 1 colher (chá) de sal e pimenta-do-reino, misture até ficar homogêneo. Por fim coloque a couve-flor, misture cuidadosamente para não quebrar os floretes.
Prepare a forma: unte levente uma forma redonda de 25cm (usei uma retangular pequena), forre com papel manteiga e espalhe manteiga generosamente pelo papel, por fim salpique a misture de gergelim no fundo e laterais da forma. Forrar com papel é indispensável, o bolo gruda totalmente. O gergelim no fundo deixa um crocantinho bom, constratando com a maciez do bolo.
Coloque a massa na forma preparada, por cima espalhe os anéis de cebola. Leve para assar por quarenta e cinco minutos, até dourar e um palito sair seco quando inserido no centro da forma. Retire do forno e deixe esfriar por meia hora antes de desenformar. Sirva morno, quente ou frio - eu gostei mais em temperatura ambiente.

9.8.18

biscoitinhos de laranja e canela


Achei bem diferente esta receita, pelo azeite, pela quantidade de licor, a combinação de laranja com canela, enfim, achei curioso e decidi preparar. No momento que provei o primeiro biscoitinho fui lançada de volta à infância, onde comi algo muito parecido na textura crocante, o aroma de canela, o sabor delicado e pouco doce. Mas não lembro o que era exatamente, provavelmente algum doce que minhas avós faziam, sei que foi uma boa lembrança esta. Receita do livro The Best Recipes in the World, do Mark Bittman.

biscoitinhos de laranja e canela
2 xícaras farinha de trigo
½ colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
½ xícara açúcar
1 colher (chá) canela em pó
1 ovo
½ xícara azeite de oliva
raspas de 1 laranja (e um pouco do suco, se necessário)
¼ xícara licor de laranja (usei Cointreau)
açúcar de confeiteiro

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela grande coloque a farinha, fermento, sal, açúcar e canela, misture. Em outra tigele menor misture o ovo, azeite, raspas e Cointreau. Despeje a mistura líquida sobre os ingredientes secos e misture. Se a massa parecer um pouco seca e quebradiça, adicione o suco da laranja (aqui usei suco de meia laranja). Unte levemente com azeite uma assadeira. Faça bolinhas com a massa, coloque na assadeira e leve ao forno por 15-20min, ou até dourar. Deixe esfriar sobre uma gradinha. Depois de frio, passe os biscoitinhos pelo açúcar de confeiteiro.

16.7.18

panna cotta de limão siciliano


Quando tenho sobra de creme de leite aberto na geladeira o destino mais provável aqui em casa é virar panna cotta. Desta vez fiquei em dúvida entre os sabores limão e água de rosas, meu paladar estava pedindo algo mais cítrico e quem sabe na próxima vez vai rolar o outro sabor. Ficou bastante cremoso e suave, só adicionei um pouco mais de açúcar porque queria, mesmo. Receita do livro Cook's Illustrated Cookbook.

panna cotta de limão siciliano
1 xícara leite integral frio
2 ¾ colheres (chá) gelatina em pó sem sabor
3 xícaras creme de leite
½ xícara açúcar
pitada de sal
¼ xícara suco de limão siciliano
2 tiras da casa do limão

Numa panela média coloque o leite e salpique a gelatina por cima, deixe por 10 minutos. Junte o creme de leite, açúcar, sal e as tiras da casca do limão. Aqueça a panela em fogo médio alto, e mexa constantemente a mistura, sem deixar ferver, por 1 a 2 minutos. Desligue o fogo e transfira para uma tigela fria e mexa de vez em quando até a mistura ficar bem morninha. Retire a casca do limão, em seguida junte o suco de limão, misture bem e distribua em potinhos. Cubra e leve à geladeira por 4 a 12 horas. Sirva com uma calda de frutas da sua preferência.
rende: 6 potinhos.

9.7.18

bolo de cacau e especiarias + 9 anos de blog


E quem diria, hein? O blog veio a completar 9 anos de existência e insistência! Na real, não imaginava que duraria tanto, pensava que seria um hobby por um tempo, depois cairia no esquecimento. Penso em todas as coisas que me aconteceram nos últimos nove anos, vejo que foram os anos mais transformadores da minha vida, e o blog permaneceu aqui, acho que mais por teimosia que outra coisa. Fato que blogar receitas hoje é uma atividade totalmente despretensiosa, receitas fielmente reproduzidas dos livros,  para tirar foto uso a câmera do celular sem muitas produções, textos propositadamente impessoais, e assim sigo por aqui, não sei por quanto tempo mais, mas sei que isso não importa :)
A receita não tem nada de especial, nada comemorativo, apenas um bolo mais rústico, pouco doce e cheio de especiarias para dar aroma. Receita do livro The Italian Baker, da Carol Field.

bolo de cacau e especiarias
100g uva-passa (usei escura)
100g manteiga, em temperatura ambiente
100g açúcar
1 ovo grande
230g farinha de trigo
60g cacau em pó
2 colheres (chá) fermento em pó
1 colher (chá) canela em pó
1 colher (chá) noz-moscada
¼ colher (chá) cravo em pó
¼ colher (chá) sal
¾ xícara café forte, morno
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 20cm. Deixe as passas de molho em água morna por 15-30 min. Na batedeira coloque a manteiga e açúcar e bata até formar um creme claro e fofo. Junte o ovo e bata até incorporar. Peneire a farinha, cacau, fermento, especiarias e sal. Incorpore à massa alternando com o café. Desligue a batedeira. Drene as passas, envolva-as em um pouco de farinha (só para cobrir tudo) e coloque na massa, mexendo com uma espátula. Coloque a massa na forma e nivele com uma colher (é uma massa densa). Asse por uns 40 min, teste com um palito: para este bolo o palito deve sair com algumas migalhas. Depois do bolo desenformado e frio, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima.