quinta-feira, 26 de novembro de 2009

cinnamon rolls




Tenho uma lista de receitas para fazer com mais ou menos 10 itens, tento não aumenta-la sem antes preparar pelo menos metade do que contém nela. Mas por algum motivo, uma receita aparece e passa na frente de todas as outras, e já nem sei se a vontade maior é de preparar ou de comer, o que no fim das contas não faz muita diferença, porque me diverti com as duas atividades! Esta massa é super fácil de sovar, fica macia e levemente crocante no dia seguinte (ao contrário dos pães ressecados), tudo fica doce na medida. Na próxima vez que fizer - e com certeza haverá próxima vez - colocarei numa forma maior, mesmo que seja retangular, para as fatias terem espaço para crescer e ficarem redondinhas. Receita do Baking Unplugged.

massa:
3 xícaras farinha de trigo (dividida)
7g fermento instantâneo seco (aquele envelopinho de 10g)
1 xícara água morna (46ºC)
50g manteiga sem sal, derretida
3 colheres (sopa) açúcar
11/4 colher (chá) sal

recheio:
3 colheres (sopa) manteiga sem sal, amolecida
1/3 xícara açúcar mascavo
2 colheres (chá) canela em pó

cobertura:
3 colheres (sopa) cream cheese, temperatura ambiente
1 colher (chá) baunilha
1 xícara açúcar de confeiteiro, peneirado

Comece pela massa. Numa tigela média, combine metade da farinha + fermento. Coloque a água morna e mexa até ficar tudo misturado. Cubra a tigela, e deixe descansando num lugar morno por 30min. Misture a manteiga derretida, açúcar e sal nesta massa esponjosa. Aos poucos, coloque a farinha restante até deixar a massa homogênea e sem grudar nas mãos. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada e sove por 10min. Mais uma vez, cubra a massa com filme plástico e deixe naquele lugar morno por mais 30min, ou até dobrar o volume.
Agora o recheio. Passado tempo, retire o ar da massa, e com ela abra um retângulo de 36x28cm. Espalhe sobre este retângulo a manteiga, e polvilhe o açúcar + canela, já previamente combinados. Enrole a massa no sentido do comprimento, de modo que o lado aberto fique virado para baixo. Com uma faca serrilhada corte 1cm das extremidades. Depois corte a tora de massa em 3 pedaços, e em seguida, corte cada terço em mais 3 pedaços. Coloque todas as fatias numa forma quadrada de 20cm, untada com manteiga, cubra com o filme plástico e deixe descansar no mesmo lugar morno por mais 30min, ou até que dobre de volume. Leve para assar, forno pré-aquecido em 190ºC, por 24 - 28 min, ou até que esteja dourado.
Finalmente prepare a cobertura. Numa tigela pequena, bata o cream cheese e a baunilha até ficar cremoso. Aos poucos, adicione o açúcar de confeiteiro e vá batendo com o fouet, até não restar mais nenhum "gruminho" (eu sei que esta palavra não existe no dicionário, mas não consigo encontrar outra tão perfeita). Espalhe sobre os rolinhos assados e ainda quentes.
rendimento: 9 rolinhos.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

muffin de cappuccino do William Shatner


Cappuccino nem é a minha bebida preferida, antes prefiro café puro e leite com chocolate. No entanto, cismei que muffin de cappuccino poderia ser bom, a primeira experiência rendeu um bolinho ok, sem grandes emoções, nem repetições. Daí procurava uma receita que superasse a outra e achei esta; tenho que admitir que ver o nome do William Shatner chamou minha atenção, e vendo a forma rotunda que ele expõe por aí, apostei que o muffin poderia ser bom. Não é apenas bom, é ótimo, delicioso, um dos melhores muffins que já comi, a presença da canela certamente fez grande diferença. Receita com repetições marcadas!


2 xícaras farinha de trigo
1/2 xícara açúcar
2 1/2 colheres (chá) fermento em pó
2 colheres (chá) café solúvel
1/2 colher (chá) canela em pó
1/2 colher (chá) sal
1 ovo grande, temperatura ambiente
1 xícara leite, temp.amb.
1/2 xícara manteiga, derretida e fria
1 colher (chá) baunilha
3/4 xícara chocolate blend, em pedaços

Numa tigela grande passe pela peneira e misture a farinha, açúcar, fermento, café solúvel, canela e sal. Numa tigela média coloque o ovo ligeiramente batido, misture o leite, manteiga e baunilha. Combine as duas misturas. Por último, coloque os pedaços de chocolate. Disponha a massa em forminhas e leve ao forno pré-aquecido, por 20-30min.
Fiz meia receita e rendeu 7 bolinhos.
*Ultimamente acumulei um monte de receitas para postar, tentarei colocá-las sempre às terças e quintas, acho que engessei o blog com as 5ªfeiras...

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

angel food cake


Devida a alta produção de sorvete, tenho um bom estoque de claras congeladas, mas nem sempre sei o que fazer com elas (normalmente dou para minha mãe que gosta de fazer baba-de-moça, mas parece que ela não agüenta comer mais, de tanta clara que forneço!). Daí fiquei um bom tempo de olho neste bolo, com sua textura hiper macia, mas que parecia cheio de segredos e detalhes para dar certo, principalmente por ser imperativo o uso da forma que leva o nome do bolo. Claro que eu só tenho uma forma com furo no meio, normal, sem pezinhos, sem cone de apoio, sem fundo removível. Decidi que iria forrar o fundo da forma com papel manteiga (pois a forma não pode ser untada), e para deixar o bolo virado para baixo depois de assado iria equilibrar a forma sobre uma garrafa, como vi aqui. E fui para a cozinha sem muita expectativa que o bolo daria certo, achando que iria murchar assim que saísse do forno, mas acho que exatamente por achar que daria tudo errado, fiz com mais atenção... e deu certo!
daqui


12 claras
1 colher (chá) cremor de tártaro
1 1/4 xícara açúcar
1 colher (chá) baunilha
1 xícara farinha de trigo

Pré-aqueça o forno em 190ºC. Forre o fundo de uma forma de buraco no meio com papel manteiga, não unte as laterais. Na batedeira coloque as claras (temperatura ambiente) e o cremor de tártaro, bata até formar picos suaves. Adicione 3/4 xícara do açúcar, colocando 2 colheres de cada vez, batendo bem a cada adição. Continue batendo até ficar um suspiro. Adicione a baunilha. Peneire duas vezes o açúcar restante e a farinha, peneire pela terceira vez sobre o suspiro, e bata somente para misturar. Coloque na forma, nivele a massa e leve ao forno até dourar (50-60min), faça o teste do palito para ter certeza. Retire do forno, e coloque imediatamente a forma virada para baixo, deixe assim até esfriar. Quando estiver frio, passe uma faca pelas laterais da forma, para desgrudar e desenforme.
No livro é sugerido uma corbertura de chocolate, eu preferi fazer um glacê simples de limão, ficou bom.
Tinha somente 8 claras, portanto, fiz 2/3 da receita acima, e se acomodou perfeitamente numa forma redonda de 20cm.

sorvete de uva


Desde que vi este sorvete aqui e depois aqui, fiquei com vontade de experimentar. Não conhecia este tipo de uva, depois passei a prestar atenção, e quase sempre via no mercado. O sorvete é delicioso, com uma consistência bem macia, mas ficou doce demais para o meu paladar, da próxima vez é melhor experimentar o suco da uva primeiro, e depois preparar a calda de açúcar.

400g uva Isabel
2/3 xícara açúcar
1/2 xícara água
1/4 xícara de creme de leite fresco

Numa panelinha, leve ao fogo água + açúcar, até que o açúcar se dissolva. Reserve numa tigela grande. Se não tiver um utensílio melhor, corte cada uva ao meio, retire a semente, e bata tudo no liquidificador. Passe o suco pela peneira diretamente sobre a calda reservada, misture bem e adicione o creme de leite batido firme. Misture tudo delicadamente. Leve à geladeira por algumas horas, e depois coloque na sorveteira. Leve ao freezer em pote hermético.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

chocolate fudge cookies


Estou desapontada com o Amazon - como se uma empresa desse porte se importasse com o desapontamento de uma cliente. Minha encomenda ainda não chegou e está atrasada há 10 dias (na verdade não sei se a responsabilidade pelo atraso é da DHL ou da ECT, pois não sei quem faz a entrega no Brasil, e desde a compra não pude rastrear o pedido, sequer sei quando saiu do EUA). Para compensar, o outro livro que foi encomendado junto, chegou há quase 1 mês, mas infelizmente não era o que estava esperando com mais ansiedade. Entretanto, gostei da idéia do livro, somente com receitas que dispensam o uso de aparelhos elétricos; sempre que possível evito pegar a batedeira do armário, além de fazer barulho, acho que faz mais sujeira. Para estes cookies basta uma única tigela, são deliciosos, desmancham na boca, têm quase a consistência de um bolinho de tão macios. E ficam ainda melhores no dia seguinte!

1/2 xícara manteiga sem sal
200g chocolate meio-amargo, picado
1 xícara açúcar mascavo
2 ovos grandes
1 colher (chá) baunilha
1/4 colher (chá) sal
1 xícara farinha de trigo
1/4 xícara cacau em pó
1 colher (chá) fermento em pó

Pré-aqueça o forno em 180ºC. Numa panelinha, derreta a manteiga e adicione o chocolate picado, derreta tudo. Transfira a mistura numa tigela grande e deixe esfriar por 5 min. Então adicione o açúcar e bata com um fouet por 1 a 2 min, até deixar o creme liso. Gradualmente misture os ovos, baunilha e sal até ficar fofo e cremoso. Adicione a farinha, cacau e fermento e mexa somente para incorporar. Numa assadeira forrada com papel manteiga, coloque colheradas da massa (usei colher de sobremesa), deixando uns 3 cm de espaço. Leve ao forno por 10 -12 min, ou até o cookie ficar estufado, não deixe assar demais, pois ficará ressecado. Deixe esfriar na forma por alguns minutos, depois, delicadamente, transfira para uma gradinha até esfriar completamente.
A receita indica que rende 24 cookies, feitos com 1 1/2 colher de sopa. Eu fiz meia receita, e obtive 18 cookies usando colher de sobremesa.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

sorbet de limão


Com o calor dantesco dos últimos dias, logo pensei em me refrescar com sorbet. Este é bem simples, uma limonada congelada, e ótimo consolo para o calor.
daqui

560ml de água
150g açúcar
raspas de 1 limão
3/4 xícara (180ml) suco de limão
90ml de champagne (opcional e não coloquei)

Numa panelinha leve para aquecer o açúcar, 250ml de água e as raspas do limão. Mexa bem para dissolver o açúcar, uma vez dissolvido, desligue o fogo e adicione a água restante (310ml) - pode colocar água gelada, se quiser apressar seu sorbet. Leve à geladeira por algumas horas. Coloque o suco de limão (e a champagne opcional), misture bem e leve à sorveteira.

pudim de canela


Esta semana só teve desastres na cozinha, naqueles dias que nada dá certo. Algumas coisas foram salvas, ficaram feias, mas não tiveram o sabor comprometido. O game over pra mim foi ontem, quando joguei fora duas fornadas de biscoitos. Acho melhor dar um tempo na cozinha, quem sabe na semana que vem as coisas voltam a dar certo. Este pudim tem um tempo que fiz, aceitei uma das sugestões do La Cucinetta e coloquei canela em pau, ficou com gostinho de arroz doce, e em outro 1/3 de receita, coloquei um pouco de chocolate amargo picado, ambos ficaram muitos bons, nesta base de pudim dá para fazer muita coisa.

1/2 xícara creme de leite fresco
1/2 xícara leite
1/6 (35g) xícara de açúcar
1 colher (sopa) rasa de amido de milho
pitadinha de sal
2 canelas em pau

Coloque numa panelinha o leite, creme de leite e a canela, leve ao fogo médio até abrir frevura, desligue o fogo e deixe em infusão por mais ou menos 20 min. Noutra penelinha, coloque o açúcar, amido e sal, junte a esta mistura cerca de 1/3 do leite aquecido e misture bem. Junte o leite restante e leve ao fogo (médio-baixo) novamente, mexendo sempre, até que engrosse. Abaixe o fogo, e deixe cozinhar por mais 1 min. Coloque o pudim em dois ramequins, cubra com filme plástico.