quinta-feira, 31 de maio de 2012

pudim de cacau


Se um dia você se deparar com um pacotinho de sementes de cacau não hesite em experimentar. Aliás, não entendo porque raramente achamos as sementes à venda, sendo o país grande produtor de cacau - inclusive eu comprei importada, vá entender... Experimentei este pudim, feito com a infusão de sementes e achei simplesmente delicioso, tem aroma e sabor do mais puro chocolate sem os excessos de açúcar e gordura das barras. A propósito, se desejar um pudim mais leve use somente leite, apesar do creme de leite conferir uma textura aveludada própria. Receita daqui.

1½ xícara leite
1½ xícara creme de leite
¼ xícara + 2 colheres (sopa) sementes de cacau
½ xícara açúcar
¼ xícara amido de milho
pitada de sal

Numa panela misture o leite, creme de leite e sementes de cacau. Leve ao fogo até abrir fervura, então delisgue o fogo, cubra a panela e deixe em infusão por aproximadamente 20min. Passe a mistura por uma peneira e descarte as sementes de cacau. Na panela coloque o açúcar, amido de milho e sal, acrescente cerca de 1/3 xícara do leite e mexa até formar uma pasta, adicione o leite restante e leve ao fogo novamente, mexendo sempre até ferver, quando ferver mexa por mais 1min. Distribua o creme em potinhos. Sirva como preferir: morno, temperatura ambiente ou gelado.
rende: 6 porções.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

muffin de pêra com crocante de pecãs

muffinpera1


Depois de muitos anos consegui fazer do meu café-da-manhã uma refeição mais nutritiva - e com alimentos sólidos também! Ainda estou longe de seguir a cartilha em que dita que a primeira é a mais importante refeição do dia. Talvez um dia eu chego lá, provavelmente não, mas mantenho o otimismo. Por isso escolhi estes muffins para comer ao longo da semana, acompanhado de uma canequinha de leite puro, seguido por uma xícara de café que manda embora minha preguiça matinal. Receita daqui.

125g farinha de trigo branca
60g farinha de trigo integral
3 colheres (chá) fermento em pó
2 colheres (chá) canela em pó
100g aveia
140g açúcar mascavo
2 ovos
250ml iogurte natural
120ml óleo vegetal
1 pera, descascada e picada
40g pecãs, bem picadinhas

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela grande misture as farinhas, fermento e canela, misture bem e coloque a aveia e 100g do açúcar (com o restante do açúcar misture às pecãs para fazer o topo crocante). Em outra tigela coloque os ovos, iogurte e óleo. Despeje a mistura líquida sobre a tigela das mistura de secos, mexa levemente, só para incorporar os ingredientes, por fim, adicione a pera picada, misture. Coloque a massa nas forminhas de muffin e polvilhe o crocante de pecãs. Leve ao forno por 20-25min, ou até um palito sair seco.
Rende: 6 muffins grandes. Fiz meia receita acima e consegui 5 muffins médios.
Lembre-se que frutas frescas são muito perecíveis, de preferência guarde os muffins na geladeira.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

financier de pistache com morango


Zapeando na internet vi algum docinho, não me lembro qual era, que misturava pistache e morangos. Logo pensei em financiers desta combinação e comecei a pesquisar receitas. Financier pra mim é aquele bolinho gostoso que serve para dar baixa em vários itens da despensa: claras no freezer, farinha de amêndoas que restou dos macarons fracassados (quem nunca?), pistache comprado por impulso. Decidi usar geléia no lugar dos morangos picados simplesmente porque não tinha morango em casa, o que foi uma boa decisão, porque achei os financiers pouco doces para o meu paladar e equilibrou bem a receita. Receita daqui.

75g manteiga sem sal
100g pistache
50g farinha de amêndoa
30g farinha de trigo
80g açúcar de confeiteiro
3 claras
geléia de morango, ou morangos picados

Derreta a manteiga e reserve. Coloque no processador 80g do pistache e deixe moído, acrescente as farinhas de amêndoa e trigo, açúcar de confeiteiro e processe para misturar bem. Transfira para uma tigela, adicione a manteiga derretida e mistura. Em seguida coloque as claras e mexa até ficar bem homogêneo. Cubra e leve à geladeira por 2-4 horas. Passado o tempo, pré-aqueça o forno a 180 C. Unte e enfarinhe 6 forminhas para muffin (com capacidade para 80ml cada). Despeje colheradas da massa nas forminhas preparadas, intercalando com pequenas porções de geléia. Se usar os morangos picados, distribua-os entre a massa, fazendo leve pressão para afundarem. Com os 20g de pistache restantes, pique-os bem miudinhos e salpique por cima da massa. Leve ao forno por 20min, ou até um palito sair seco. Deixe esfriar bem antes de desenformar.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

sopa de abóbora assada



Para quem há um ano atrás nem sabia que gosto tinha abóbora e agora testa receitas de sopa uma atrás da outra é um grande progresso. As outras receitas eram mais picantes, com gengibre, curry e pimenta. Gostei dessa porque além das abóboras serem assadas, a cebola vai junto para o forno - e cebola assada é uma das melhores coisas do mundo! Ficou muito saborosa e tem um aroma incrível, além de deixar a casa e o estômago quentinhos nessas noites frias que se aproximam :)
Receita daqui.

1 abóbora de pescoço pesando cerca de 2kg
1 cebola grande
3 ½ xícaras caldo de galinha
250ml creme de leite
1 colher (sopa) mel
sal, azeite e pimenta-do-reino a gosto

Pré-aqueça do forno a 220ºC. Corte a abóbora ao meio, no sentido do comprimento, com uma colher retire as sementes, coloque numa assadeira, regue com azeite e sal. Acomode a cebola também, não é necessário descascar. Asse por 50-60min, ou até que a abóbora esteja macia. Com o auxílio de uma colher, retire a polpa da abóbora, descasque a cebola e coloque tudo no liquidificador, juntamente com 1 xícara do caldo de galinha, bata até ficar cremoso. Despeje o conteúdo numa panela, adicione o caldo restante (eu prefiro a sopa mais cremosinha e não coloquei tudo), creme de leite e mel. Aqueça a mistura. Para servir, coloque uma colher de sopa de creme de leite (prefira o creme de lata, pois tem a consistência mais firme, ou bata o creme de garrafinha) sobre a sopa em cada prato de servir, por cima um pouco de pimenta-do-reino moída na hora.
rende: 4 porções

quinta-feira, 10 de maio de 2012

snickers caseiro



Dias atrás foi aniversário do marido e sempre faço um bolinho, coisa simples, pois meus dotes de boleira são bem mixurucas. E neste ano decidi trocar o bolo por essas barrinhas, que é um dos seus chocolates preferidos e fez mais sucesso que alguns bolos que já preparei. Dá um pouquinho de trabalho para fazer (ou eu que estou mais preguiçosa, querendo receitas rápidas e práticas) e depois de assar a base pensei que ficaria muito mais prático fazer sob a forma de mini tortinhas - ou uma torta grande para ficar ainda mais fácil. Pelo menos o resultado compensou o processo e ficaram muito gostosas - meio melequentas, por isso pensei na forma de torta - e imbatíveis quando comparadas à versão industrializada. Receita daqui.

massa:
1 xícara farinha de trigo
¼ xícara açúcar
2 colheres (sopa) açúcar mascavo
¼ colher (chá) sal
8 colheres (sopa) manteiga, gelada e cortada em cubinhos
1 gema, ligeiramente batida


recheio:
 xícara açúcar
3 colheres (sopa) água
1 ½ xícara amendoim torrado e salgado (usei 1 xícara, sem sal)
1 ½ xícara doce de leite (1 lata de leite condensado cozido é a medida)

cobertura:
200g chocolate meio-amargo, picado
4 colheres (sopa) manteiga,  temperatura ambiente

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma quadrada de 20cm e coloque uma assadeira rasa embaixo. Na tigela do processador coloque a farinha, açúcares e sal. Pulse para combinar os ingredientes. Coloque os pedacinhos de manteiga e processe até formar uma farofa. Adicione a gema e pulse algumas vezes. Desligue o processador antes que a massa forme uma bola. Despeje o conteúdo na forma e vá pressionando a massa até preencher toda a forma. Faça furos com um garfo e leve ao forno por 15-20min, ou até dourar nas bordas. Deixe esfriar sobre uma gradinha. Enquanto isso prepare o recheio. Coloque numa panela o açúcar e água, leve em fogo alto e mexa até o açúcar se dissolver. Quando comerçar a ferver, não mexa mais e deixe cozinhar até o caramelo começar a pegar uma leve cor. Neste momento, adicione o amendoim e mexa com uma colher de pau. O caramelo da panela vai secar e esbranquiçar, não pare de mexer, pois em seguida o açúcar derreterá novamente e os grãos de amendoim vão se soltar mais facilmente. Assim que o caramelo adquirir uma cor dourada, desligue o fogo e despeje o amendoim sobre uma assadeira forrada com papel manteiga. Espere esfriar e assim que estiver morninho, separe um pouquinho do amendoim para o topo,  pique em pedaços pequenos e reserve. Com o restante apenas desgrude um amendoim do outro e mantenha em pedaços inteiros. Sobre a base de massa, espalhe 1 xicara do doce de leite, nivelando com uma espátula, em seguida espalhe o amendoim em pedaços grandes. Com o doce de leite restante pingue às colheradas sobre o amendoim. Finalmente faça a cobertura. Derreta o chocolate, em banho-maria ou microondas, coloque a manteiga sobre o chocolate e mexa até derreter. Despeje o chocolate sobre a forma, nivele com uma espátula e salpique o amendoim picadinho reservado. Leve à geladeira para o chocolate endurecer. 
rende: 16 pedaços.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

bolo de macadâmia, coco e limão


Nunca fui aquele tipo de pessoa que faz compras quando está chateada para arejar a cabeça e esquecer os problemas. Contudo, tempos atrás estava naquela tristeza sem motivo real típica da TPM (a minha é terrível, viro uma manteiga derretida à procura do sentido da vida nessa época do mês, um tormento para quem está perto, às vezes dou umas rosnadas também) e precisava fazer compras na zona cerealista. Estava lá pedindo os produtos com minha habitual listinha nas mãos e comecei a olhar os potes com várias castanhas, todas me pareceram bonitas, graúdas, frescas e quando vi já estava a pedir um punhadinho de cada. A conta deu muito maior que planejara, mas saí tão feliz - e pude entender o que um par de sapato novo faz com o humor da maioria das mulheres. Claro que não poderia deixar minhas nuts paradas na despensa e bora vasculhar os livros e separar receitas. Encontrei algumas com macadâmias e esta me atraiu pela praticidade e me conquistou com o seu sabor delicado, leve, pouco doce e ainda azedinho! Receita daqui.

bolo:
200g macadâmias sem sal
40g ( xícara) farinha de trigo com fermento
pitada de sal
6 ovos
165g (¾ xicara) açúcar
raspas de 1 limão
45g (½ xícara) coco ralado

glacê:
125g (1 xícara) açúcar de confeiteiro, peneirado
2 colheres (sopa) suco de limão
1 colher (chá) raspas de limão

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 23cm*. Coloque no processador as macadâmias, farinha e sal e processe até ficar bem moído, reserve. Bata as gemas com o açúcar, por 3min, ou até formar um creme claro e fofo, adicione as raspas de limão, coco e as macadâmias trituradas, misture bem. Bata as claras em neve até ficar bem firme. Adicione aos pouco as claras à mistura de macadâmias (esta mistura fica bem pesada, eu coloquei algumas colheradas de clara e mexi bem para a mistura ficar mais cremosa e prosseguir) mexendo delicadamente só até incorporar. Coloque a massa na forma e leve ao forno por 40min, ou até ficar dourado e um palito sair seco. Deixe esfriar sobre uma gradinha e quando estiver morno, desenforme e espalhe o glacê. Para fazer o glacê basta misturar todos os ingredientes até formar um creme liso.
*Fiz 2/3 da receita acima e coloquei numa forma redonda de 20cm.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

pão de azeite

paodeazeite3

Muitas vezes eu reclamo por não haver nenhuma padaria realmente boa perto da minha casa. Porém a cada vez que eu testo uma receita diferente de pão e o resultado é satisfatório, penso que não há motivo para lamentar a falta de boas padarias. Um pouco de paciência, tempo e bons ingredientes transformam a cozinha de qualquer casa na melhor padaria do bairro - sem falar naquele aroma de pão saindo do forno, que é a parte "não tem preço" da diversão. Este pão demora para ficar pronto, foram 4 horas do momento que separei os ingredientes até colocá-lo na gradinha para esfriar, contudo, não dá trabalho quase algum para fazer, a sova é muito breve e basta respeitar todos os tempos de fermentação. Receitinha boa da Martha Stewart.

2 xícaras água, temperatura ambiente
¾ xícara azeite (de preferência extra-virgem)
4 ½ xícaras farinha de trigo para pães
30g fermento biológico fresco (2 tabletes)
1 colher (sopa) sal grosso triturado (não tinha, usei metade dessa medida de sal comum)

Numa tigela grande coloque a água, azeite, farinha e fermento. Misture bem com uma colher de pau (achei mais fácil com garfo), até o fermento se dissolver, cubra com filme plástico e deixe num lugar morno e sem corrente de ar por 1h a 1h15. Se tiver uma batedeira que bata massa, use o batedor de gancho, coloque a massa na tigela, adicione o sal e bata em velocidade baixa até o sal incorporar à massa, aumente para velocidade média e bata por 3min, até a massa desgrudar dos lados, vai ficar grudenta.  Dá para fazer o mesmo usando uma colher, basta mexer a massa com uma colher grande por uns 5min. Vire a massa sobre uma superfície enfarinhada e sove por 1min, evite adicionar *muita* farinha. Coloque a massa numa tigela untada com óleo, cubra e deixe fermentar no mesmo local morno por mais 1h. Passado o tempo, despeje novamente a massa na superfície enfarinhada, retire levemente o ar, faça um retângulo e dobre-a como se fosse uma carta comercial, vire a massa, de modo a deixar a parte com as dobras virada para dentro. Cubra com o filme plástico untado com óleo e deixe descansar por 15min. Então faça uma bola com a massa, usando as duas mãos em forma de concha e rodando a massa até dar o formato redondo. Transfira a massa para uma assadeira polvilhada com um pouco de fubá e deixe por 30min. Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 220ºC. Faça 4 cortes em volta da massa, formando um quadrado, polvilhe com um pouco mais de fubá e leve ao forno por 35min, ou até ficar bem dourado.
Se preferir, divida a massa em 16 porções de aproxidamente 70g, e faça pãezinhos. Asse por 20min.
Embale num saco plástico, em temperatura ambiente dura por até 4 dias.
Fiz meia receita acima, e rendeu um pão médio.