quinta-feira, 26 de abril de 2012

biscotti de amêndoa e cranberry


Minha paixão por biscotti é bem recente, já marquei todas as receitas da maioria dos meus livros para preparar. No entanto, nem sempre dá sempre certo e o momento crítico é cortar as fatias de massa depois do primeiro tempo no forno - já deixei a massa crua demais e foi impossível cortar. Com esta receita a dificuldade foi outra, depois da massa pronta achei cremosa demais, quase igual massa de bolo. Fiz uma pesquisa rápida internet afora sobre a receita e as opiniões foram unânimes: massa pegajosa e para dar certo é preciso adicionar mais farinha. Depois do tempo de geladeira, coloquei algumas colheradas de farinha, misturei bem e dali em diante tudo seguiu normalmente. E o resultado foi pra lá de bom, simplesmente o melhor biscotti que preparei até agora, e claro que muitos outros virão. Receita adaptada do The Sweet Melissa.

½ xícara cranberry seca
½ xícara suco de laranja
4 colheres (sopa) manteiga, temperatura ambiente
1 xícara açúcar
raspas de ½ limão (usei o verdinho)
¼ colher (chá) sal
2 ovos grandes
1½ colher (chá) baunilha
2 colheres (chá) suco da laranja embebido na cranberry - ou 1½ colher (chá) extrato de amêndoa
1 ¾ xícara farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
½ xícara amêndoas picadas grosseiramente

Numa panelinha coloque a cranberry + suco de laranja e leve ao fogo até ferver. Desligue, cubra e reserve. Numa tigela coloque a manteiga, açúcar, raspas de limão e sal. Bata até formar um creme claro e fofo, cerca de 4min. Adicione os ovos, um a um, misturando bem após cada adição. Adicione as essências. Numa tigela separada, combine a farinha e fermento. Adicione aos poucos a farinha à massa, misturando bem. Em seguida coloque as amêndoas e cranberries - já drenadas do suco. Coloque a massa sobre um prato forrado com papel manteiga e leve à geladeira por 1hora. Passado o tempo, pré-aqueça o forno a 180ºC. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada, e se estiver muito mole, adicione algumas colheres de farinha e misture bem. Divida a massa ao meio e faça duas toras, cerca de 30cm cada. Coloque numa assadeira forrada e asse por 30-35min, ou até ficar dourado. Retire a assadeira do forno e abaixe a temperatura para 135ºC (se não tiver termômetro deixe a porta do forno entreaberta, com uma colher de pau segurando). Deixe a massa esfriar um pouco, o suficiente para poder ser manuseada e com uma faca serrilhada, faça cortes diagonais, cerca de 2cm. Disponha as fatias de massa de assadeira e leve ao forno novamente por 60min, virando os biscoitos na metade do tempo. Deixe esfriar e guarde em pote hermético.
rende: cerca de 3 dúzias, fiz meia receita e obtive 14.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

brownies de cacau com nozes



Procuro evitar comer doces durante a semana, na maior parte do tempo as frutas e café adoçado dão conta do desejo por açúcar. Mas há épocas que isso não é suficiente, e para não atacar a primeira lata de leite condensado que aparecer na frente, prefiro escolher um docinho gostoso e bem-feito, afinal, se for para enfiar o pé na jaca, que seja bem-feito, décadence avec élégance (da versão tosquíssima da Deborah Blando, mesmo). E lá estava eu preparando estes brownies antes mesmo do café da manhã! Não, eles não serviram de desjejum, antes que vocês façam mau juízo de mim - eu sei que não fariam ;)
Receita do Bittersweet.

10 colheres (sopa) manteiga sem sal*
1 ¼ xícara açúcar
¾ xícara + 2 colheres (sopa) cacau em pó
¼ colher (chá) sal
½ colher (chá) baunilha
2 ovos grandes
½ xícara farinha de trigo
2/3 xícara nozes, opcional

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma quadrada de 20cm** e cubra com papel alumínio, deixando um pedaço extra de papel para fora da forma, que servirá de alça no momento de desenformar. Numa tigela misture a manteiga, açúcar, cacau e sal, e leve ao fogo em banho-maria até a manteiga derreter, mexa bem. Retire do fogo e deixe amornar um pouco. Adicione a baunilha, em seguida coloque os ovos, um a um, mexendo vigorasamente a massa. Adicione a farinha e mexa até incoporar bem à massa. Coloque as nozes, se usar e misure. Despeje a massa na forma preparada, nivele e então leve ao forno por 20-25min, ou até que um palito saia úmido quando inserido no centro da forma (com algumas migalhas, não molhado). Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Desenforme, levantando cuidadosamente o papel - primeiro desgrude todos os lados da forma, só então levante o papel para retirar massa (já quebrei alguns brownies por retirar direto o papel). Corte em quadradinhos. 
rende: 16 ou 25 quadradinhos, depende do tamanho.
*Minha medida de colher de sopa de manteiga é sempre 10g. 
** Fiz meia receita acima e coloquei numa forma quadrada de 15cm, rendeu 9 quadradinhos.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

almôndegas com parmesão



Acho que eu vivo em busca da "almôndega perfeita", já fiz com outras carnes, experimentei outras receitas com carne bovina que foram mais ou menos emocionantes. A última testada foi essa, ainda não é a perfeita mas me agradou muito pela simplicidade e rapidez do preparo, além combinação de ingredientes: nunca imaginei que noz-moscada se harmonizasse tão bem com carne! Receita do livro aqui.

750g carne moída
½ xícara queijo parmesão, ralado na hora
4 pitadas de noz-moscada, ralada na hora
¼ xícara salsinha picada
sal e pimenta-do-reino
4 colheres (sopa) de óleo

Coloque a carne numa tigela grande, tempere com sal e pimenta. Adicione a noz moscada, parmesão e salsinha, e usando as mãos, misture bem todos os ingredientes. Com as mãos umedecidas, faça bolinhas com a massa, de aproximadamente 2cm. Coloque metade do óleo numa frigideira grande, leve para aquecer em fogo médio e coloque metade das bolinhas de carne e frite, faça movimentos circulares com a frigideira, para as almôndegas dourarem por todos os lados. Quando estiverem cozidas, cerca de 5 min no fogo, retire,  coloque num prato de servir e repita com a outra metade de óleo e bolas de carne.
Rende 6 a 8 porções. Faço cerca de 1/3 da receita para duas pessoas bem servidas.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

bolo de banana, pecã e coco


Esse bolo foi para quebrar o jejum (como se eu passasse muito tempo em jejum, tum-dum-tss!) de duas coisas que andavam sumidas da minha cozinha: bolo e banana. Claro que a melhor forma de resolver isso foi juntar os dois num único bolo lindo de banana, com o bônus das pecãs e o coco, que ficou meio sumidinho nesta receita. Se você se sentir inspirado(a) e/ou corajoso(a) para fazer gordices, uma fina camada de manteiga de amendoim sobre uma fatia do bolo é seu melhor acompanhamento ;)
Mais uma receita da dona Martha.

3 xícaras farinha de trigo
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
¾ colher (chá) sal
3 ovos grandes
2 xícaras açúcar
1 1/3 xícara óleo vegetal (usei de girassol)
1 ½ xícara banana madura amassada
1 xícara coco ralado, sem adição de açúcar
1 xícara pecãs (ou nozes, ou qualquer nut) bem picadinha
½ xícara buttermilk (usei iogurte natural)

Na tigela da batedeira misture a farinha, bicarbonato e sal. Adicione os ovos, açúcar e óleo. Bata em velocidade baixa até todos os ingredientes ficarem incorporados. Em seguida adicione as bananas, coco ralado, pecãs e buttermilk, aumente para velocidade média, batendo somente para incorporar. Divida a massa entre duas formas de bolo inglês (13x23cm) untadas e enfarinhadas. Leve as formas ao forno pré-aquecido a 180ºC por 60-65min, ou até que um palito saia seco. Deixe esfriar antes de desenformar.
Rende 2 bolos. Pode ser congelado por até 3 meses. Fiz meia receita, coloquei 2 ovos e diminuí para ½ xícara de óleo.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

bolo de chocolate - para a páscoa e para o ano inteiro



Confesso que não sou muito chegada em ovos de Páscoa, seja pela qualidade de uns ou o preço de outros raramente me animo a comprar para mim. Prefiro usar um chocolate decente em docinhos como este bolo, que sacia a vontade por chocolate e ainda tem aquele gostinho de "fui eu que fiz". Esse eu fiz, sujei mais louça que o necessário, a batedeira parou de funcionar no momento crucial (pois é, de novo) e tive que bater as claras em neve na mão, quebrei meu velho fouet... e depois de toda esta epopéia, bolo ficou delicioso, bem molhadinho e valeu a pena! A receita veio do Ready for Dessert.

280g chocolate meio-amargo, picado ou gotas
½ xícara (115g) manteiga com sal (usei s/ sal e coloquei uma pitada)
1 colher (sopa) café espresso
½ colher (chá) baunilha
6 ovos grandes, temperatura ambiente
¼ xícara (50g) + 2 colheres (sopa) açúcar
2 colheres (sopa) sementes de cacau (opcional)
cacau em pó, para polvilhar a forma
açúcar de confeiteiro, para polvilhar o bolo (opcional)




Pré-aqueça o forno a 175ºC, unte uma forma redonda de 23cm* e polvilhe com cacau em pó. Numa tigela grande coloque o chocolate, manteiga picada e o café. Derreta, misture bem e adicione a baunilha. Reserve. Separe as claras das gemas. Com as gemas misture ¼ xícara do açúcar e bata até formar um creme fofo e claro. Com as claras, bata em neve até incorporar, adicione o açúcar restante e bata até formar picos suaves. Coloque a mistura de gemas na tigela do chocolate. Adicione metade da clara em neve, misture delicadamente, coloque a outra metade de clara e misture, envolvendo o creme debaixo para cima, mas não misture demais. Coloque a massa na forma preparada, salpique as sementes de cacau, se usar, e leve ao forno por 25min, ou até que o centro da forma esteja levemente balançando. Deixe esfriar completamente, antes de desenformar e para isso passe uma faca pelo entorno da forma. Polvilhe com açúcar de confeiteiro, se desejar.
Para diminuir o risco do bolo queimar no fundo, sempre coloco uma assadeira embaixo da forma. Nos bolos que levam uma grande quantidade de chocolate, o risco de queimar é maior.
* Fiz 2/3 da receita acima, coloquei numa forma redonda de 20cm com fundo removível e deu certinho.

terça-feira, 3 de abril de 2012

pão de centeio "judeu"



Tem sido realmente divertido fazer pão caseiro, tento fazer a cada dez dias mais ou menos, porque em casa não conseguimos dar conta. O marido até pediu um pão branco dessa vez, mas estou numa fase tão, tão... integral que farinha refinada me parece meio sem graça. São fases, sempre fases e daqui a pouco passa. Aqui a receita pede farinha de glúten, eu uso da Macrozen, (deve vender em lojinhas de produtos naturais, por aqui eu compro na Liberdade). Além desta receita, a farinha de glutén pode ser usada para preparar "farinha para pães" caseira, adicionando uma colher de sopa da farinha de glúten para cada xícara de farinha de trigo.
Dos pães recentes que preparei elegi este como o melhor: saboroso, fácil de sovar, cresce bem. As sementes de alcaravia não são obrigatórias, mas sua presença melhora consideravelmente o resultado. Receita aqui.

1¼ xícara água morna
4 colheres (sopa) manteiga, amolecida
2 colheres (sopa) mel, morninho
2 ½ colheres (chá) fermento biológico seco
1 colher (chá) sal
2 a 3 colheres (chá) alcaravia , ou kümmel (opcional)
1 2/3 xícara farinha de centeio
2 xícaras farinha de trigo branca
¼ xícara farinha de glúten
¼ xícara leite em pó

Misture a água, manteiga, mel e fermento, deixe alguns minutos, até começar a espumar. Numa tigela grande coloque o sal, alcaravia, centeio, 1xícara da farinha de trigo, farinha de glúten e leite em pó. Adicione a mistura líquida às farinhas e sove a massa, adicionando o restante da farinha de trigo aos poucos (pode não ser necessário usar toda a farinha, se a massa não estiver grudando nas mãos, pare de colocar farinha, o excesso pode deixar o pão muito seco). Sove por uns 10min. Coloque a massa numa tigela enfarinhada, cubra com filme plástico e um pano, deixe num lugar morno, sem corrente de ar, por 30-45min, ou até dobrar de tamanho. Retire a massa da tigela, coloque numa superfície enfarinhada e retire o ar da massa, afundando-a. Faça o formato desejado ao pão - ou coloque numa forma untada - e deixe crescer novamente no local morno, por mais 30min. Enquanto isso, aqueça o forno a 180ºC. Asse o pão por 35-43min, ou até que  faça um ruído oco quando bater na parte debaixo do pão.