quinta-feira, 27 de setembro de 2012

biscoitinhos de alcaravia


O blog deu uma paradinha, né? Peguei carona nas férias do marido e sempre nessa época do ano o blog perde um pouco do fôlego - deve ser meu inferno astral, rs. Mas antes de tudo isso preparei estes biscoitinhos, uma receita que já estava marcada há tempos, fiquei curiosa pela presença da alcaravia e sobretudo pelo vinho na massa. Esperei sobrar um pouco de vinho na geladeira, eu quase não bebo, então vinho em casa é consumido no risotto, no frango e no que mais eu conseguir embebedar para comer. Os biscoitinhos ficam muito melhores no mesmo dia em que são feitos, bem crocantes e cheios de aromas das especiarias, mas não se apresse: aqui em casa eles duraram mais de uma semana e deixaram saudades. E ser for muito difícil encontrar alcaravia, semente de erva-doce dá um ótimo substituto. A receita veio do Classic Home Desserts.

2 xícaras farinha de trigo
½ xícara manteiga, temperatura ambiente
½ xícara açúcar
½ colher (chá) canela em pó
½ colher (chá) noz-moscada, moída na hora
1 colher (chá) alcaravia (kümmel)
¼ xícara vinho branco

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela coloque a farinha e manteiga, mexa com as pontas dos dedos até formar uma farofinha. Adicione o açúcar, canela, noz-moscada e alcaravia, misture. Coloque o vinho aos poucos e vá mexendo até formar uma massa homogênea (eu precisei acrescentar um pouquinho mais de vinho que pedido na receita). Agora você pode abrir a massa numa superfície enfarinhada e moldar os biscoitos com cortadores - é assim que está no livro. Eu preferi o caminho mais curto: embrulhei a massa em filme plástico, fiz um cilindro com a massa, deixei no freezer até firmar, desembrulhei do filme plástico e cortei em fatias de 0,5cm - se preferir abrir massa com o rolo, também deixe 0,5cm de espessura. Coloque numa assadeira forrada com papel manteiga e leve ao forno por 14min, ou até os biscoitos ficarem firmes, não deixe dourar.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

brownies com chocolate ao leite


Outro dia estava programando o aparelho para gravar a série nova da Nigella, aí meu marido perguntou por que eu queria tanto assistir se o livro está há meses na estante e posso consultá-lo a qualquer hora. Respondi que ler as receitas era um tanto diferente de ver o preparo - e além isso, assistindo um dos programas pude aprender como deixar as vieiras douradinhas (as minhas ficaram miseravelmente pálidas), em outro me animei a preparar um pudim de pão no mesmo dia. E ainda vejo alguma coisa que passou em branco no livro: churros (sabe lá quando vou ter coragem de fazer) e estes brownies. Esta receita também leva um pouco de bicarbonato, o que deixa o bolinho mais macio e menos úmido - e depois de tantos brownies melequentos comecei a achar esta versão fofinha mais interessante, é igualmente deliciosa e eu me sinto mais phynna sem me lambuzar de chocolate :)

100g manteiga sem sal
1 ¾ xícara açúcar mascavo
¾ xícara cacau em pó, sem adição de açúcar, peneirado
1 xícara farinha de trigo
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
pitada de sal
4 ovos
170g chocolate ao leite, picado
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma retangular de 33x23cm*, forre com papel alumínio e unte levemente o papel. Derreta a manteiga em banho-maria, quando estiver completamente derretida, adicione o açúcar e mexa com uma colher de pau, para misturar. Então adicione o cacau, farinha, bicarbonato e sal - já previamente misturador - e mexa bem, a mistura ficará seca, mesmo. Retire a tigela do banho-maria e adicione os ovos, misture. Por fim, coloque o chocolate, misture rapidamente e despeje a massa na forma. Asse por 20-25min, ou até ficar seco, mas ainda balançando levemente no centro da forma. Deixe esfriar, retire da forma, corte em tamanhos que desejar, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima.
* Fiz meia receita acima e coloquei numa forma quadrada de 20cm.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

torta de tomatinhos


Gosto bastante de torta de tomate, não é a primeira vez que aparece no blog, porém, infelizmente, eu tenho que comer tudo sozinha porque sou a única a gostar. O jeito é sempre reduzir as porções para não sobrar muita coisa - sobra em excesso acaba em desperdício, isso já aprendi. Daí veio a ideia de colocar a massa em mini formas e por que não, usar mini-tomates (o italianinho solta menos líquido que o tomate-cereja). Fiz somente meia receita e ainda sobraram duas massas de tortinhas ainda menores que estão no freezer, à espera de eu pensar em como rechear esta deliciosa massa aromatizada com alecrim e parmesão. Receita desse livro.

massa:
1 ½ xícara farinha de trigo
2 colheres (sopa) parmesão ralado
1 colher (sopa) alecrim fresco
sal e pimenta-do-reino, a gosto
½ xícara manteiga gelada e picada em cubos
3 colheres (sopa) água gelada

recheio:
¼ xícara queijo de cabra
3 colheres (sopa) manjericão fresco, picado
sal e pimenta-do-reino, a gosto
4 tomates grandes, fatiados (usei os tomatinhos, quanto baste)
azeite, para regar

Comece pela massa. No processador coloque a farinha, parmesão, alecrim, ½ colher de chá de sal e ¼ colher de chá de pimenta-do-reino e processe por 30 segundos. Coloque a manteiga picada por cima e pulse algumas vezes até se formar uma farofa úmida, então adicione a água aos pouquinhos e deixe o processador ligado até a massa ficar mais úmida - não deixe homogênea demais. Numa superfície estenda um pedaço de filme plástico, coloque a massa por cima e abra a massa formando um disco de 2cm de altura, cubra o disco com o filme plástico e leve à geladeira por 30min.
Aqueça o forno a 220ºC. Abra a massa e estenda sobre uma forma redonda de 24cm, pressionando bem e retire o excesso das bordas. Fure a massa com um garfo, cubre com papel alumínio e coloque feijões crus sobre o papel, para formar peso e não deixar a massa estufar. Asse por 8min, retire os feijões e o papel, retorne ao forno por mais 8-12min, ou até dourar. Retire do forno e deixe esfriar completamente.
Para o recheio, coloque no processador o queijo picado, 2 colheres de sopa de manjericão e ¼ colher de chá de pimenta-do-reino, processe até ficar macio. Espalhe a mistura de queijo sobre a massa assada. Por cima coloque as fatias de tomate, formando uma espiral, regue os tomates com azeite, salpique um pouquinho de sal, pimenta e o restante do manjericão picado. Sirva em seguida.