segunda-feira, 1 de junho de 2015

nhoque de mandioquinha e ricota


Lembro bem quando comprei este livro, da panela amarela, foi na feirinha de livros da USP, fui lá porque queria os Karamázov com cinquentão de desconto, e passeia aqui e ali, dei de cara com este. O momento também era marcante, foi naquela época que decidimos ter um filho. Cheguei em casa, li toda a introdução, a decisão da maternidade, gravidez, primeiros meses, primeira papinha, primeiro dente... e eu lia imaginando como seria quando chegasse minha vez. Só que minha vez demorou três anos para acontecer - foi muito bom passar 5 anos casada e sem filho - e com o tempo passando engravidar parecia cada dia mais improvável, e o livro jogado numa prateleira qualquer. Dia desses eu dei de cara com ele, separei para olhar com cuidado e as receitas que mais chamaram a minha atenção eram aquelas com algum laticínio. Tinha ainda um pouco da ricota desse bolo, mandioquinha agora é sempre presente em casa e decidi fazer. A receita rende duas porções generosas, comi essa do prato com molho de tomate e congelei o restante (daquele jeito, congela em aberto e depois guarda em saco plástico).

200g mandioquinha cozida e amassada
100g ricota
1 gema
5 colheres (sopa) farinha de trigo
pitada de sal

Misture todos os ingredientes, eu coloquei uma colher de farinha por vez, até ficar uma massa homogênea. Separe pequenas porções de massa numa superfície enfarinhada e vá formando rolinhos com a massa, até ficar na espessura que desejar (eu gosto mais fina) e corte em pequenhos pedaços (eu não sei fazer aquele formato com o garfo, para deixar do jeito certo, então fica assim mesmo). Deixe descansando num lugar com bastante farinha para não grudar. Para cozinhar, ferva a água com sal, quando abrir fervura coloque os nhoques na panela e cozinhe por 4 minutos.

6 comentários:

  1. Ótima sugestão Tatiane, adoro nhoque, já fiz de mandioquinha pois adoro o sabor suave, mas com ricota preciso provar.
    Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tati,

    O primeiro comentário que fiz sumiu! Toma lá o segundo, rsrs. Eu havia dito que esta receita é bem do meu agrado, pois sou fã de nhoque e de mandioquinha. Ah, quanto ao Dr. Flávio Gikovate já gostei muito, até tinha uns livros dele que emprestei e nunca me devolveram. Mas isso foi antes de eu me casar, com o meu amadurecimento comecei a ver as coisas por um outro prisma. Eu ainda gosto de algumas coisas dele, mas não de tudo, rsrs.

    Um beijo e boa tarde, girl!

    ResponderExcluir
  3. Nossa deve ficar uma delícia!!! Sou suspeita porque gosto muito de mandioquinha!!!! Vou testar aqui em casa depois te conto!!!

    ResponderExcluir
  4. Querida Tati,
    Nossa!!! AMEI!!! Levei a receita comigo...
    Grande beijo, Irene

    ResponderExcluir
  5. Gostei da ideia de fazer o nhoque com mandioquinha (que adoro!). Vou experimentar!
    Beijos

    ResponderExcluir