quinta-feira, 13 de outubro de 2011

bolo de amêndoas e frutas vermelhas


Na terça-feira marido me viu tirando a manteiga da geladeira e perguntou o que ia ser, respondi: hoje vai ter bolo! Em seguida ele indagou se era para uma ocasião especial, titubiei antes de responder, e falei que sim, era uma ocasião especial: aniversário do meu pai. Logo me lembrei desse lindo post da Sandra, que me deixa com um nó na garganta cada vez que leio, e decidi que sim, meu pai merece um bolo em sua homenagem todo dia onze de outubro. No ano passado, essa data também significava um mês da sua morte, estava tudo tão confuso e difícil, e não consegui pensar em nada. Mas esse ano, apesar da saudade e por causa da saudade, quis fazer algo como homenagem.
Talvez meu pai preferiria um bolo de cenoura (seu preferido), ou o pudim de leite da minha mãe, mas acho que ele ia gostar bastante desse bolinho igualmente simples e bonito. Receita coisinha de nada adaptada daqui.

80g manteiga, temperatura ambiente
110g açúcar
2 ovos
½ colher (chá) baunilha
150g farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
110g amêndoas sem pele, moída
3 colheres (sopa) amaretto
150g framboesa
100g mirtilo
1 colher (chá) açúcar
¼ colher (chá) canela em pó
açúcar de confeiteiro



Pré-aqueça o forno a 180ºC, unte as laterais e polvilhe farinha numa forma redonda de 20cm*, unte e forre o fundo com papel manteiga, reserve. Na batedeira coloque manteiga + açúcar e bata até ficar um creme claro e fofo. Adicione os ovos, um a um, batendo bem após cada adição, em seguida coloque a baunilha. Peneire a farinha e fermento, misture a amêndoa. Coloque aos poucos a mistura na batedeira, até ficar homogêneo. Por fim, coloque o amaretto, bata somente até incorporar. Coloque a massa na forma preparada, alise bem e disponha as frutinhas. Polvilhe o açúcar e a canela, leve ao forno até ficar dourado e um palito sair seco quando inserido no centro da forma. Deixe esfriar bem, desenforme e polvilhe açúcar de confeiteiro.
*Na receita original a forma usada é de 23cm, coloquei numa menor e a massa se acomodou bem, porém, coloquei bem menos frutinhas.

13 comentários:

  1. QUe linda homenagem, Tati! Me emocionei! Eu também tenho um amor muito grande pelo meu pai e posso bem entender o que vc sente.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  2. Tati querida
    Senti uma vontade imensa de te dar um abraço bem apertado agora!
    Que bela homenagem! Com certeza ele iria gostar, pois tudo que você cozinha é muito especial.
    Excelente receita.
    Léia

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente maravilhoso.
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. LINDA ESSA HOMENAGEM AO SEU PAI, O MEU TAMBÉM JÁ PARTIU E ÁS VEZES SINTO SAUDADES.
    O BOLO FICOU LINDO E COM ESSAS FRUTAS DEVE TER FICADO DELICIOSO.
    BJS

    ResponderExcluir
  5. Tati minha querida...ufa, como vou dizer, vc é de fato uma das pessoas que adoro vir visitar, algo de uma conexão especial, parece que te conheço já há um tempo, coisas inexplicáveis. Coincidências loucas da vida, 1 mês da partida do seu pai e o dia da partida do meu, que fez 1 ano também dia 11/10 e o aniversário do seu querido, puxa...jamais, de agora em diante vou esquecer do aniversário do seu pai e sim, temos que comemorar e tenho certeza que nossos queridos devem estar lá naquele lugar mágico e orgulhosos das filhas e das famílias que eles criaram.
    Linda homenagem, linda mesmo.
    Um beijão e um abraço bem forte, de amiga de verdade!

    ResponderExcluir
  6. Tati,

    A sua homenagem é sensível e amorosa! O bolo ficou lindo, a foto ficou belíssima e o post emociona!

    Sinta-se abraçada por mim, querida!

    ResponderExcluir
  7. Que bolo maravilhoso...lindo...e uma linda homenagem sempre nesse dia...bjokitass

    ResponderExcluir
  8. Um bolo simples, mas especial para uma ocasião também especial!Linda homenagem e lindo bolo!!

    ResponderExcluir
  9. Com certeza este bolo ganhou um sabor especial... Linda homenagem! Um beijo no seu coração!

    www.amenidadesdekelly.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Tati,
    Que homenagem mais linda... O bolo ficou lindo, e por certo delicioso pois tem o tempero mais importante. Que e' o amor.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Querida Tati,
    Linda homenagem, acredito que o seu pai teria gostado.
    Mil beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Bela homenagem!!!
    E que bolo maravilhoso!!!

    Bjs...

    ResponderExcluir
  13. Ai, querida, sinto muito... A saudade é um troço bem complicado com o qual lidar. Já são 25 anos sem minha mãe e não há um único dia em que não pense nela. Que post bonito, Tati. Amei a sua homenagem ao seu pai. Muito querida, vc.

    xx

    ResponderExcluir