4.2.10

escondidinho de carne seca

 

Receita executada pelo marido, ele que raramente se aventura pela cozinha -- já disse a ele que vou ficar com muito ciúme se pegar a batedeira e fizer um bolo, rs. Mas ele já fez pizza e nas férias inventou de bater maionese com fouet, depois que viu o tutorial no Cooking for Engineers. As coisas que ele se propõe a fazer saem muito boas, acho que ele poderia cozinhar mais, os salgados, claro, que eu não levo muito jeito. No fim das contas nos divertimos muito e comemos bem, não precisa de mais nada, né? A receita do escondidinho veio deste vídeo, e houve algumas substituições, as pimentas que não tínhamos foram substituídas por gotinhas de Tabasco, e apesar de ter adorado a idéia do queijo coalho para gratinar, foi usado parmesão ralado na hora. Ficou ainda melhor no dia seguinte!

750g mandioca cozida e amassada
200ml leite
30g manteiga , aproximadamente
500g carne seca, dessalgada e desfiada
2 cebolas médias, finamente fatiadas
2 dentes de alho
manteiga para rofogar
1 colher (sopa) cebolinha picada
sal e piimenta, a gosto
requeijão, quanto baste
queijo parmesão ralado

Misture a mandioca amassada - e ainda quente - com o leite e a manteiga, mexa até formar um purê. Reserve. Numa frigideira Grande, aqueça um pouco de manteiga e refogue o alho, coloque a carne seca já desfiada, misture bem e coloque a cebola, não precisa deixar a cebola murchar, deixe ainda um pouco crocante. Tempere com pimenta, e sal a gosto. Para a montagem, espalhe sobre um refratário um pouco do purê, não precisa fazer uma camada grossa, por cima espalhe a carne seca com a cebola e cubra com um pouco de requeijão. Novamente coloque o purê de mandioca e deixe bem selado nas lateirais do refratário. Coloque por cima o parmesão ralado e leve ao forno para gratinar. 

12 comments:

  1. Tatiane, tenho visto muitas receitas de escondidinho pipocando pela net, todas deliciosas por sinal, usando de muita criatividade. Mas o escondidinho original, ou seja, "do jeito que ele nasceu" é assim como o seu. Sempre comi desse jeito em restaurantes nordestinos. Parabéns ao marido, o prato ficou muito apetitoso!
    Bjinhos

    ReplyDelete
  2. lindo, hein? abuso de cremoso olhando daqui...

    só fiz a versão que todo mundo conhece (torta madalena, hihi), com carne moída e purê de batata, mas escondidinho de verdade tá aqui na fila da aventura na cozinha.
    nham nham.

    bota marido pra cozinhar mesmo, tá certíssima! ;)

    =*

    ReplyDelete
  3. Ai Deus,

    é hora do almoço e é tudo o que eu queria aqui! Pode ser amanhecido mesmo, que fica melhor ainda!

    Eu nunca fiz Escondidinho, mas desse jeito vou precisar fazer, antes que babe no teclado..rs

    Bjo!

    ReplyDelete
  4. Morri de rir da tua história Tati, hehehe, Cooking for Engineers é super a cara do meu marido! Parece ótimo mesmo!

    Bjs

    ReplyDelete
  5. Que legal, que ele te ajudou a fazer, meu marido tb ajudava,mas agora chega tão cansado que não quer fazer, só comer!!!rsrsrs
    Adorei a receita, eu amo escondidinho!!!!

    Bjs....E um ótimo fim de semana!!!

    ReplyDelete
  6. Nossa senhora!!! Seu marido mandou muuuito bem nesse escondidinho! Tá uma maravilha!!!
    Meu marido faz omelete. Bem "meia boca" e acha que é o melhor do mundo! kkkkkkk....
    Dê todo apoio porque marido que cozinha é tudo de bom!
    Bjs

    ReplyDelete
  7. Amo escondidinho, e esse seu está de dar água na boca!!! Hummm!!!!
    Não me animo muito com esse calor louco daqui...mas assim que começar a esfriar vou testar!
    Lindo!
    Um beijo!

    ReplyDelete
  8. Oi querida, teu marido é de ouro, o meu nao sabe nem como acende o fogo do fogão!
    Meu pai e meu irmão mais velho cozinham muito bem e este escondidinho mostrou que teu marido é um grande chef, parabéns!
    Um abraço
    Léia

    ReplyDelete
  9. Tati, perguntinha técnica: desfiar a carne seca é uma coisa difícil? perguntei pr'uma amiga que fez essa receita e ela disse que desistiu dessa vida de desfiar, e usa mesmo o processador.
    e ela frita a carne em óleo, porque disse que refogar com a cebola fica complicado (já que a carne puxa todo o óleo e acaba não refogando jamais)...
    eu não queria fritar em imersão não...

    brigadinha. ;)

    ReplyDelete
  10. Tati, brigada! te conto o que aconteceu com meu desfiamento de carne seca assim que eu fizer esse trem. :D

    eu queria que seu blog fosse comida de todo dia. porque terça e quinta tá muito pouco! ;)

    beijo

    ReplyDelete
  11. Tati, tenho visto tanto escondidinho na internet, q ta me dando uma vontade de comer isso menina, q vc nem imagina...este esta super apetitoso.

    Bjokas, Dani :)

    ReplyDelete
  12. Fabiana, sempre soube que o escondidinho tradicional era feito assim. O marido agradece! beijos

    Quéroul, pra ter mais receitas, preciso de mais de bocas para comer, aqui só tem duas :(

    Richie, às vezes não dá, mas eu procuro evitar visitas em foodblogs em horários de almoço! beijos

    Renata, meu marido também se identificou com o site! beijos

    Manu, ele só faz aos finais de semana, durante a semana fica complicado mesmo. Que bom que vc gostou! bjs

    Tati, o marido ruborizou e agradece, rs. bjs

    Verena, com esse calor ando pensando duas vezes antes de ligar o forno! Beijos

    Léia, aqui na família é ao contrário, meu pai nunca cozinhou nada, meu irmão aprendeu depois que casou, mas minha sogra ficou bastante surpresa quando viu a foto! Beijos

    Dani, e não foi de tanto ver na net que eu tb fiquei com vontade de experimentar! bjs

    ReplyDelete