quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

hamburger de falafel


Falafel sempre ficava na minha lista de desejos para preparar, mas deixava pra lá por um motivo ou outro, até que um dia experimentei um wrap de falafel num restaurante árabe e eu não parava de falar - com a boca cheia - como aquilo era maravilhoso! Achei que adorei o falafel naquela ocasião porque estava especialmente faminta, mas repeti na semana seguinte e o sabor de alegria foi o mesmo. E logo tratei de catar receitas para testar em casa e escolhi este hambuger como o primeiro, porque foi também a primeira vez que comi hamburger vegetariano - tenho um pé atrás com a ideia, pra mim soa como "bacon vegetariano", ou algo assim. Bom, o hambuger é uma delícia, com o mesmo sabor do falafel do restaurante, acho que acertei na primeira vez. Só esqueci de colocar fermento em pó e não sei que efeito teria no resultado, só fazendo de novo, o que não será difícil. Receita do Cooking at Home.

falafel: 
1½ xícara grão-de-bico cru
1 cebola, picada
2 dentes de alho, picados
1 xícara salsinha
1 colher (chá) cominho em pó
sal a gosto
1 colher (chá) fermento em pó
pitada de pimenta calabresa

montagem:
6 pães de hambuger
1 tomate grande, cortado em 6 rodelas
½ cebola, finamente fatiada
alface
3 colheres (sopa) maionese + 2 colheres (chá) tahine

Para o falafel, coloque o grão-de-bico numa panela com água e sal e cozinhe até ficar macio, mas ainda duro no meio (deixei o grão-de-bico de molho por uns 30 minutos antes de cozinhar). Escorra e coloque no processador junto com a cebola, alho e salsinha, processe até virar um purê (ainda ficará grânulos de grão-de-bico). Retire do processador, misture o cominho, sal, fermento e pimenta. Molde 6 bolinhos em forma de hambuger e leve à geladeira por 30 minutos. Esquente óleo numa frigideira e frite aos poucos os bolinhos, cerca de 3 minutos de cada lado. Escorra em papel toalha antes de montar. Para a montagem eu gosto de tostar um pouco o pão aberto antes de tudo. Coloque o falafel sobre uma metade do pão, espalhe a maionese de tahine por cima, fatia de tomate, cebola e alface.
rende: 6 porções.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

espaguete com atum e rúcula


Nessa época de férias, especialmente férias escolares, eu fico com meu tempo bem escasso. Nesta semana marido entrou de férias também, o que me dá algum fôlego, então procuro almoços bem rápidos e de preferência simples. Tipo este aqui, é uma massa super rápida de preparar, leve e tudo fica muito bem equilibrado e combinado. Receitinha boa desse livro.

250g espaguete
125g posta de atum
azeite
sal e pimenta-do-reino
1 colher (sopa) azeite
2 colheres (sopa) alcaparras
3 dentes de alho
punhado de folhas de rúcula, picado
suco de meio limão

Cozinhe o macarrão em água fervente com sal. Enquanto isso tempere o atum com sal e pimenta, pincele com azeite e coloque numa frigideira anti-aderente por 30 segundos a 1 minuto, transfira para um prato. Na mesma frigideira coloque o azeite, alcaparras, alho picado, frite até o alho dourar, adicione o espaguete cozido, rúcula e suco de limão, e mexa para misturar. Transfira para os pratos de servir, coloque o atum por cima.
rende: 2 porções

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

mousse de chocolate e café (sem ovos crus)


No natal e ano novo a sobremesa escolhida para a Clara foi mousse de chocolate, mas como é tão difícil encontrar os ingredientes de leite de soja para ela preferi não meter minha colher e deixar a mousse somente para a pequena. Mas isso só aumentou meu desejo por comer mousse e aproveitei meia garrafinha de creme de leite, feito para outra sobremesa (nas festas de final de ano eu só cozinhei doces!) para fazer mousse para mim. Fiquei interessada nesta receita, não aproveita as claras e as gemas são cozidas, fazendo uma custard, além das especiarias. Quase que deu errado na minha mão, bati o creme de leite um pouquinho demais (ainda estou me acostumando a bater chantilly na batedeira, sempre fiz na mão) e dificultou para misturar tudo e ainda manter o volume, mas deu tudo certo, se quiser omitir o café e a canela, ficando apenas uma deliciosa mousse de chocolate sem medo de salmonella é uma ótima sugestão. Receita daqui.

3 gemas grandes
¼ xícara (50g) açúcar
¼ colher (chá) canela em pó
1 xícara leite
1 colher (sopa) + 2 colheres (chá) café solúvel
1 colher (chá) baunilha
220g chocolate, picado (usei ao leite)
1 xícara creme de leite  

Bata as gemas até ficar um creme pálido, coloque o açúcar e a canela e bata até ficar bem misturado. Aqueça o leite, não deixe ferver, coloque metade do leite na mistura de açúcar, enquanto verter o leite não pare de misturar, em seguida, coloque a mistura na leiteira junto com o restante do leite, sempre mexando. Deixe em fogo baixo e vá mexendo até engrossar. Retire do fogo, coloque o chocolate e mexa até derreter tudo. Bata o creme de leite em chantilly até formar picos suaves. Coloque metade do creme de leite na mistura de chocolate e mexa até misturar bem, coloque o restante, dessa vez mexendo delicadamente, para manter o volume. Coloque em tigelinhas, cubra e leve à geladeira por pelo menos 3 horas antes de servir. Se quiser peneire um pouco de cacau em pó por cima.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

torta de morangos


Esta torta é bem conhecida, né? Lembro que era uma das favoritas do meu pai e aprendi a fazer assistindo os programas da Palmirinha. Quando fazia faculdade, entrava em greve toda hora (três greves para cinco anos de curso, tá bom, né?) e não tinha muitas coisas para fazer à tarde, então via a Palmirinha. Enfim, aqui vai a receita, a massa da torta é desta aqui que adotei para todas minhas tortas doces.
E por fim, um lindo 2016 para todos os que por aqui passam :)

massa:
1 xícara farinha de trigo
xícara cake flour*
1 colher (sopa) açúcar
pitada de sal
8 colheres (sopa) manteiga, gelada
3 colheres (sopa) água gelada, ou mais
recheio:
1 xícara leite
3 gemas (eu passo pela peneira)
½ lata leite condensado
2 colheres (sopa) amido de milho
200ml creme de leite, sem soro
1 caixa de morangos
geleia de brilho:
1 copo água
½ saquinho de gelatina de morango
1 colher (sopa) polvilho doce 

Comece pela massa. No processador coloque a farinha, cake flour, açúcar e sal, pulse algumas vezes para misturar. Em seguida coloque a manteiga cortada em cubinhos e ligue o aparelho, quando virar uma farofa adicione a água aos poucos até formar uma massa homogênea. Faça um disco com a massa, embrulhe em papel filme e leve à geladeira por 1 hora, ou faça com um dia de antecedência. Retire a massa da geladeira, abra com um rolo sobre uma superfície enfarinhada e cubra uma forma redonda de 26cm, aperte a massa nas laterais. Coloque uma folha de papel alumínio cobrindo a massa e espalhe feijões para dar peso à massa e não estufar, não esqueça de fazer alguns furos com garfo para o vapor sair. Coloque a massa por uns 10 minutos no freezer para endurecer, especialmente se o dia estiver muito quente. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 15 min. Retire os feijões e volte ao forno até a massa dourar, mais uns 15 minutos. Retire do forno e espere esfriar completamente.
Para o recheio dissolva o amido de milho em um pouco de leite, misture ao leite restante numa panela, coloque as gemas e o leite condensado, leve ao fogo baixo e mexa sempre, até engrossar, quando engrossar, deixe cozinhar por mais 1 minuto. Se empelotar use um fouet. Coloque o creme de leite, misture bem e reserve até esfriar.
Para a geléia de brilho misture todos os ingredientes e leve ao fogo mexendo de vez em quando até ficar transparente, não deixe fever. Demora um pouquinho. Também deixe esfriar.
Para a montagem: espalhe o creme sobre a massa da torta. Lave bem os morangos e seque bem, retire o cabinho, corte cada morango ao meio e coloque por cima do creme. Espalhe a geleia de brilho, cobrindo todos os morangos. Leve à geladeira até o momento de servir. Eu coloquei um pouco de bolacha maisena quebrada para decorar, se quiser pode colocar castanhas também.
*cake flour: a cada 1 xícara da farinha de trigo coloque 1 colher de sopa de amido de milho