quarta-feira, 28 de outubro de 2015

limonada com hortelã e gengibre


Na hora que bati o olho na receita me empolguei porque tinha todos os ingredientes em casa, especialmente um pedaço de gengibre já querendo passar. Assim que comecei a separar e picar as coisas percebi que mais parecia um remédio caseiro para gripe na versão refresco, né? Toma essa limonada quentinha com um tylenol e esse resfriado vai passar logo, logo! Brincadeira à parte, ficou um belo refresco, cheio de sabores e muito refrescante. Daqui.

xícara folhas de hortelã, picadas
xícara gengibre, picado
xícara mel
2 xícaras água fervente
xícara suco de limão
1 ½ xícara água gelada

Coloque a água para ferver, assim que levantar fervura desligue, adicione a hortelã, gengibre e mel, mexa bem e deixe por 30 minutos. Passado o tempo coloque o limão, água gelada, mexa e sirva em 4 copos guarnecidos com pedras de gelo, rodelas de limão e folhas de hortelã. Se preferir, faça com 1 dia de antecedência e guarde na geladeira.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

madeleines de limão com amêndoas


A execução dessa receita foi mais uma experiência, sei que madeleines são chatas de fazer, normalmente dou sorte com elas, e repito: pura sorte. Elas saem sempre barrigudinhas, do jeito certo, mas não sei o que eu faço para dar certo, além de seguir as instruções. Bom, minha experiência no caso foi substituir a manteiga por óleo de girassol, para ficar uma versão lac free. É que andava às voltas com esse livro pela casa, ensaiando fazer pissaladière (ainda não saiu, mas mantenho o otimismo), precisava de algo para o lanchinho da Clara, gostei dessa receita, tinha farinha de amêndoas, e as coisas foram juntando. Posso dizer que a substituição por óleo deu certo, mas só a fiz porque era para alguém com alergia alimentar, perde-se no sabor, é claro, manteiga é deliciosa e o óleo de girassol tem gosto de... então, né?

½ xícara manteiga (ou óleo de girassol)
¾ xícara farinha de trigo
½ xícara farinha de amêndoas
½ xícara + 2 colheres (sopa) açúcar
2 colheres (sopa) raspas de limão
3 ovos grandes
pitada de sal

Derreta a manteiga, e deixe esfriar. Numa tigela grande misture as farinhas e açúcar, reserve. Adicione as raspas de limão à manteiga derretida, mexa. Em outra tigela coloque os ovos e o sal e bata até ficar espumoso, adicione à mistura de farinhas, misture bem e junte a manteiga derretida. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por no mínimo 2 horas, ou por uma noite. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte com manteiga 24 forminhas para madeleines e coloque colheradas da massa sobre as forminhas (se quiser use um saco de confeitar para colocar a massa), não encha muito as forminhas, pois a massa se espalha bem. Leve ao forno por 12-14min, ou até até dourar nas beiradas. Assim que retirar do forno já inverta as madeleines sobre uma gradinha para esfriar.
rende: 24 bolinhos

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

salmão e aspargos assados com molho de alcaparras


Faz muito tempo que preparei este prato para um almoço de meio de semana, só me lembrei dele porque as fotos continuavam no cartão de memória e fiquei salivando de vontade de comer outra vez enquanto separava uma foto para postar aqui. É super simples o preparo e tem cara de prato mais elaborado, né? Só não repito o prato hoje à noite porque me faltam justamente os limões O.o
Receita daqui.

2 colheres (sopa) suco de limão
2 colheres (sopa) cebola roxa, picadinha
1 colher (sopa) azeite
1 colher (sopa) alcaparras, picadas
1 colher (chá) tomilho fresco (usei metade da medida do seco)
½ colher (chá) raspas de limão
450-700g filé de salmão
450g aspargos, picados
1 colher (sopa) azeite

Numa tigela misture o limão, cebola, azeite, alcaparra, tomilho e raspa de limão, tempere com sal e pimenta, reserve. Aqueça o forno a 220ºC. Corte o salmão em quatro postas. Num refratário, ou assadeira, disponha os aspargos numa única camada, regue com azeite, salpique sal e pimenta. Por cima coloque as postas de salmão e tempere com sal e pimenta. Leve ao forno por 20 min, ou até o salmão ficar opaco no centro. Para servir retire uma das postas com um pouco dos aspargos e coloque o molho por cima.
rende: 4 porções. Fiz meia receita.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

barrinhas de limão siciliano


Com o calor surgiu uma vontade de comer barrinhas de limão. Aqui no blog tem mais duas receitas, mas eu queria testar algo diferente. Recorri ao bom e amado eat your books e encontrei esta receita da Alice Medrich que além de um recheio bem azedinho, propõe uma massa mais leve, sem tanta manteiga, além de levar um pouco de fubá na composição. Adorei a ideia fui pra cozinha. Super simples de preparar e delicioso :)

massa: 
⅔ xícara farinha de trigo
¼ xícara fubá
pitada de sal
1/8 colher (chá) bicarbonato de sódio
2 colheres (sopa) manteiga, amolecida
xícara açúcar
1 gema
1 colher (sopa) iogurte natural
¼ colher (chá) baunilha

recheio:
⅔ xícara açúcar
2 ovos
1 clara
raspas de 1 limão siciliano
½ xícara sumo de limão siciliano
¼ xícara farinha de trigo

Unte ligeiramente uma forma quadrada de 20cm e cubra com papel alumínio, reserve. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela pequena misture a farinha, fubá, sa e bicarbonato. Na batedeira coloque a manteiga e bata até ficar cremoso, adicione o açúcar e bata por mais 1 min. Então junte a gema, iogurte e baunilha. Por fim coloque a mistura de farinha e bata em velocidade baixa somente para juntar todos os ingredientes. Coloque a massa na forma preparada e espalhe por toda a forma (eu fiz num dia de calor e massa grudou muito nos dedos, molhei os dedos na água e a massa ficou bem mais fácil de ser espalhada). Leve ao forno por 20-25min, ou até ficar bem douradinho. 
Enquanto a massa está no forno prepare o recheio: numa tigela bata o açúcar e ovos, mais clara. Coloque a raspa de limão, misture, em seguida coloque o suco e a farinha, um por vez.
Assim que a massa assar, diminua a temperatura do forno para 160ºC, despeje a mistura sobre a massa e leve novamente ao forno por 15-20min ou até a cobertura parecer seca, mas ainda meio balançante quando mexer na forma.
Espere esfriar completamente antes de cortar e desenformar. Se quiser polvilhe açúcar de confeiteiro por cima. 
Sirva gelado ou em temperatura ambiente. 


segunda-feira, 12 de outubro de 2015

marshmallows de baunilha


Marshmallow caseiro sempre ficou na lista de coisas que eu desejava fazer, mas achava meio improvável (assim como fazer macarons, tentei uma vez, obviamente falhei e desisti por puro desinteresse) fazer acontecer. Aí encontrei uma marca importada que compro de vez em quando para ver boiar no meu chocolate quente, além disso, minha sogra sempre tem um pacote do doce para a Clara, e tudo isso despertou meu interesse em fazer em casa. Só não sabia que a massa que sai da batedeira parece mais um enooorme chiclete do que uma maria-mole (ou eu que bati demais, vai saber), apanhei pra conseguir tirar tudo da tigela da batedeira e alisar uniformemente na assadeira. Confesso que fiquei descrente do resultado, mas na hora que estava fatiando experimentei um pedaço e tinha sabor de infância, dos tempos de comer doce com prazer, sem culpa. Marshamallow na mão é ser criança, e hoje no dia das crianças, deixo vocês com a receita desse maravailhoso doce. Receita daqui.

1 xícara água gelada
3 colheres (sopa) gelatina em pó, sem sabor
2 xícaras açúcar granulado
¾ xícara glucose de milho clara
pitada de sal
2 colheres (sopa) baunilha
açúcar de confeiteiro + maisena
 
Na tigela da batedeira coloque ½ xícara de água e a gelatina, deixe hidratar por45-60min. Numa panela coloque a água restante, açúcar, glucose e sal, leve ao fogo e mexa de vez em quando até o açúcar dissolver, depois não mexa mais, deixe a calda em fogo alto até atingir a temperatura de 117ºC, use um termômetro culinário, em seguida retire do fogo e coloque na tigela da batedeira, comece em velocidade baixa para incorporar a gelatina, depois aumente a velocidade e bata até a mistura amornar e ficar branca, cerca de 15 minutos. Espalhe generosamente a misura de açúcar de confeiteiro e maisena em uma assadeira retangular de 23-30cm, quando o marshmallow estiver pronto coloque na assadeira e nivele com uma espátula (eu achei mais fácil fazer com as costas de uma colher molhada com água), espalhe mais do açúcar de confeiteiro. Deixe descansar por 8-12horas, descoberto e em temperatura ambiente. Corte com uma faca untada com óleo e cubra cada pedaço com mistura de maisena. Guarde em pote hermético por até 2 semanas.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

atum ao molho de balsâmico e hortelã


O que eu mais escuto de pessoas que moram sozinhas, ou passam uma parte do dia sozinhas é que acham que não vale o esforço, tempo e louça suja para cozinhar para si mesmo, e aí preferem comer qualquer coisa - geralmente porcaria - a fazer uma refeição decente. Eu nunca entendi isso muito bem, pois cozinhar para mim é uma das melhores formas de me tratar bem, com uma comida gostosa, feita especialmente para mim, com tudo o que eu gosto, sem precisar considerar outros paladares na hora de escolher ingredientes, temperos. E eu preparo meus almoços para 1 faz bastante tempo, e é claro que eu também tenho meus dias de comer qualquer bobagem porque estou sem vontade de cozinhar, sem apetite suficiente que valha uma ida à cozinha. Mas há aqueles dias de fazer uma comida especial para o almoço, tipo este prato. Tenho esta receita colada no meu caderninho há anos, sempre passava por ela e nunca tinha os ingredientes disponíveis, até que um dia me lembrei dela e trouxe para casa o que sempre faltava: atum e hortelã. O prato é delicioso, adoro comer atum como se fosse um bife! Você pode comer assim, só com a cebola, eu tinha um tanto de arroz integral sobrando e comi assim, com o molhinho do assado regando o arroz :)

½ xícara vinagre balsâmico
sal e pimenta-do-reino a gosto
1 xícara folhas de hortelã
2 colheres (chá) orégano seco
4 postas de atum de 1,5cm de espessura
2 cebolas grandes, cortadas em rodelas finas
azeite

Faça uma marinada com o balsâmico, sal, pimenta, hortelã e orégano, coloque as postas de atum e deixe por 15 minutos. Corte uma folha de alumínio e pincele com azeite, distribua as rodelas de cebola, fazendo um ninho, por cima coloque as postas de atum junto com a marindada. Junte as bordas do papel e dobre, vedando bem. Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC por 15 minutos. Sirva em seguida.
rende: 4 porções

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

bolachinhas de coco e passas (sem lactose)


Essa receita é para quem gosta de coco, tem óleo, farinha, flocos... e passas, que não tem nada a ver. Procurava uma receita simples e rápida de biscoitinhos para a Clara levar de lanche (a coitada leva banana com aveia e canela quase todos os dias da semana, digo que quando ela enjoar de banana será para o resto da vida). Ficaram bem gostosos, porém, é esfarelento e as passas dão uma umidade boa e casa muito bem com todo aquele sabor de coco. A farinha de coco pode ser substituída por farinha de trigo integral, eu usei de coco porque tinha em casa e não sabia muito bem o que fazer com ela, mas se fizer esta receita numa próxima vez dividiria a medida entre farinhas de coco e trigo. Receita daqui.

¾ xícara (125g) farinha de coco (ou farinha de trigo integral)
½ xícara (50g) aveia
½ xícara (50g) coco ralado
½ xícara (100g) uva-passa
xícara (75g) açúcar mascavo
¼ colher (chá) bicarbonato de sódio
9 colheres (sopa) - 125ml - óleo de coco
3 colheres (sopa) maple syrup (substituí por melado de cana)

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Numa tigela coloque a farinha, aveia, coco ralado, passas, açúcar e bicarbonato. Se necessário, derreta o óleo de coco e deixe esfriar até amornar, então misture o melado de cana e coloque na tigela dos ingredientes secos, misture bem. A massa vai parecer granulosa, mas vá misturando bem até o óleo absorver tudo. Faça bolinhas com a massa e coloque numa assadeira forrada com papel manteiga (ou tapetinho de silicone). Leve ao forno por 8-12min, depende do tamanho da bolachinha, ou até dourar. Deixe esfriar por uns 5 min e coloque numa gradinha para esfriar completamente.