quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

"just brownies"


Tempos atrás marido assistia Dead Like Me, e como sempre faço, via um pedaço de algum episódio aqui e ali, o suficiente para acompanhar as linhas gerais da trama. E uma personagem tinha um cachorro chamado JD, que significava Just Dog, achei engraçado e me lembrei disto enquanto preparava estes simples brownies de cacau: não sabia como nomea-los e just brownies me pareceu adequado :) Embora simples - e super rápidos de preparar - são deliciosos, com forte sabor de chocolate e pouco doces.
Receita deste livro.

150g manteiga
1 ¼ xícara (275g) açúcar
¾ xícara (75g) cacau em pó
1 colher (chá) baunilha
3 ovos
½ xícara (75g) farinha de trigo

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Unte uma forma quadrada de 20cm, forre-a com papel manteiga (papel alumínio também serve). Numa panela coloque a manteiga, açúcar e cacau, leve ao fogo baixo até a manteiga derreter e estiver tudo misturado. Passe esta mistura para uma tigela, adicione a baunilha e ovos e misture bem, com o auxílio de um fouet. Em seguida coloque a farinha a mexa até que esteja incorporada à massa. Despeje tudo na forma preparada e leve ao forno por 30-35min, ou até um palito sair com algumas migalhas. Espere esfriar completamente para desenformar e cortar.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

marzipã


Marzipã estava na minha lista de desejos pós-gravidez (impressionante como na gravidez eu só tinha vontade de comer e beber o que não podia!), por causa do ovo. E o tempo passou, me esqueci do marzipã até que num domigo estava no mercado e a Clara queria uma distração mais interessante que seu chocalho, dei a minha lista de compras que ela babou com muita vontade, até que o papel derreteu, sumiu das suas mãozinhas e começou a chorar. Logo na minha frente vi um pacotinho de marzipã, com papel dourado, laço vermelho, e a bebelha se contentou com o novo brinquedo. Não, não comprei aquele marzipã, me lembrei dessa receita e decidi que faria o quanto antes. Olha, o negócio é tão rápido e simples de fazer, fica tão delicioso, que esta será uma daquelas receitas que só poderei fazer de vez em quando, para meu próprio bem :)

90g açúcar refinado
140g açúcar de confeiteiro
220g farinha de amêndoas
1 ovo médio, batido
raspas de 1 laranja

Misture os açúcares e a farinha de amêndoas. Adicione as raspas de laranja e o ovo. Mexa até virar uma pasta. Polvilhe uma superfície limpa com açúcar de confeiteiro, despeje a pasta e sove até formar uma massa homogênea (no começo vai parecer que não vai dar certo). Faça um cilindro com a massa, embrulhe em papel filme e leve à geladeira por pelo menos 3h antes de usar. Se guardar bem fechada, dura até um mês na geladeira - eu duvido que não vai acabar antes!

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

hambúrguer - por uma vida menos gourmet


A Donna Hay chamou esta receita de gourmet beef burger, eu poderia chamá-la de "hambúrguer gourmet", mas eu acho picaretagem essa moda de qualquer detalhe supostamente sofisticado ganhar a etiqueta de gourmet e custar algumas dilmas a mais por isso, ou seja, custa mais caro por nada, custa mais caro porque tem gente que acha bonito pagar caro nas coisas. Comentei com o marido que o título do post poderia ser: "como fazer quatro hambúrgueres de 35 reais gastando 25". Pois então, achei este hambúrguer super saboroso, leva ingredientes simples e baratos e a combinação toda na montagem do sanduíche fica deliciosa, além de ser dez mil vezes melhor que aquela receita horrorosa preguiçosa de carne moída + pó de sopa de cebola. E não, não é gourmet, é só pão com carne moída. Tá no livro Fast, Fresh, Simple.

para o hambúrguer:
500g carne moída
1 dente de alho esmagado
1 colher (sopa) molho inglês
1 colher (sopa) extrato de tomate
2 colheres (sopa) salsinha picada
sal e pimenta-do-reino

para servir:
4 pães
8 fatias de bacon
cebola caramelizada*
folhas de rúcula - ou a folha que quiser
queijo gruyère (usei também emmental, acho que um queijo com sabor forte combina melhor)

Para preparar o hambúrguer é só misturar todos os ingredientes numa tigela. Separe a carne em quatro porções iguais, e molde em bolotas achatadas. Frite-os numa frigideira grande por 4min de cada lado, coloque as fatias de bacon para fritar também. Corte os pães e toste a parte interna numa frigideira. Para montar, coloque o hambúrguer sobre uma metade do pão, duas fatia de bacon, queijo, folhas e cebola caramelizada por cima... e pão.
rende: 4 porções famintas

*para caramelizar cebola eu corto em fatias, coloco na panela com um fiozinho de óleo, açúcar mascavo, um pouquinho de shoyu (pouquinho, mesmo), sal e pimenta-do-reino. Mexo até ficar tudo envolvido nas cebolas, tampo a panela e deixo em fogo baixo, até as cebolas murcharem, às vezes coloco um pouquinho de água para ficarem mais tempo cozinhando e dourando. Para este prato, duas cebolas médias renderam muito bem.


quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

cobbler de maçãs



Toda vez que abria a gaveta de legumes da geladeira olhava aquele monte de maçãs e pensava que deveria fazer algo com elas. Fato é que acho maçãs tediosas, talvez porque é a fruta mais assídua da minha vida, tem o ano inteiro em casa, sempre compro - mais por hábito adquirido do que gosto. Aí algumas vezes elas se acumulam e quase me esqueço delas. Esta receita foi a mais fácil e prática que encontrei para dar fim nas maçãs enrugadas da minha gaveta. Também havia me esquecido deste livro que comprei meses atrás e queria estrear uma receita dele de qualquer jeito, aliás, este livro é ótimo para ler antes de dormir, ler uma receita de ketchup de cogumelos (!!) fez meu sono aparecer rapidinho = D

Antes da receita queria agradecer cada comentário, cada palavra de carinho e apoio que recebi de vocês. Já respondi individualmente nos comentários, mas acho que externar gratidão nunca é demais!

4-6 maçãs (usei pink lady e gala)
½ xícara açúcar
½ xícara farinha de trigo
2 colheres (sopa) farinha de amêndoas
½ colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
8 colheres (sopa) manteiga, gelada e cortada em cubinhos
1 ovo
½ colher (chá) baunilha

Descasque as maçãs e corte em cubos de 2cm, deixe numa tigela com água para não escurecer. Unte com manteiga um refratário de 20cm. Escorra a água das maçãs, adicione ¼ xícara de açúcar e misture, coloque no refratário e reserve. Numa tigela coloque o açúcar restante, as farinhas, fermento e sal, misture bem e adicione a manteiga em cubinhos, misture bem com as pontas dos dedos, formando uma farofinha (você pode fazer até aqui no processador, eu tive preguiça de montar e lavar tudo depois). Adicione o ovo e baunilha, misture bem. Coloque a massa às colheradas sobre as maçãs, não é necessário espalhar, a ideia é que forme bolotas que vão se encontrar quando assarem. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por uns 35-40min, ou até a massa assar e ficar bem dourada. Sirva morno.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

voltando com bolo de banana e chocolate


Olá, pessoas! Antes de qualquer coisa, quero desejar um lindo 2014 pra todo mundo que passa por aqui - pra quem não passa também!
Antes queria explicar que meu sumiço do blog - e da minha cozinha - não foi por causa do nascimento da Clara, e sim porque tive/tenho uma doença que não esperava ter num momento desses: depressão pós-parto. Estou em tratamento, promete ser longo, não estou totalmente curada, tenho umas recaídas bem ruins. Sabe, poderia falar horas sobre DPP, sobre o que aprendi, relatos que li, artigos médicos, pessoas que conheci, minha experiência e aceitação da doença (in progress). Mas não vou, a parte mais difícil de todo esse doloroso processo foi conseguir aceitação das pessoas, às vezes só empatia já bastava, inclusive dos médicos que procurei, que estava sim doente e precisava de ajuda em muitos níveis. Entendi finalmente que esta é uma experiência muito particular, só quem teve DPP pode entender outra mulher na mesma situação, quem pariu e não ficou doente não entende patavina do que é isso, julgam, falam besteira, dão "conselhos", e os mais desastrados deixam escapar que é frescura.
Bom, se alguém quiser perguntar alguma coisa, sinta-se à vontade. Agora, falando do bolo, sei que a foto está xexelenta - tirei num final de tarde chuvoso - mas asseguro que é ótimo, bem macio, úmido e só vai sujar uma tigela. Receita do Baking Unplugged.

1 ¼ xícara banana amassada
1 xícara açúcar
½ xícara óleo
2 ovos grandes
1 ¼ xícara farinha de trigo
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
½ colher (chá) sal
½ xícara gotas de chocolate

Pré-aqueça o forno a 180ºC, unte e enfarinhe uma forma quadrada de 20cm. Numa tigela grande coloque as bananas, açúcar e óleo, misture bem. Adicione os ovos, um a um e misture. Peneire a farinha, fermento e sal diretamente sobre a tigela das bananas, misture rapidamente, e antes que toda a farinha seja incorporada à massa, coloque as gotas de chocolate e mexa até ficar homogêneo, mas não mexa demais (assim garantimos que o bolo ficará fofinho). Leve ao forno por30-35min, ou até um palito sair seco.