quinta-feira, 30 de junho de 2011

calzone


Ah, calzones! Depois daquele episódio do Seinfeld, nunca mais consegui comer calzone sem me lembrar do seriado. Já havia tentado fazer em casa e a massa nunca me agradava muito. Até que num sábado à noite, sem vontade de comer a mesma pizza da pizzaria da esquina, achei a receita desta massa, era fácil, rápida e não custava nada tentar. Logo se transformou na minha massa definitiva para calzone. Achei que seria útil dividir com vocês. A foto foi tirada às pressas, sabe como é, na hora da fome...

¾ xícara água morna
2 tabletes (30g) fermento biológico fresco - usei 7g do seco
2 colheres (sopa) açúcar
½ colher (sopa) sal
2 colheres (sopa) azeite
2 ½ xícaras farinha de trigo

Numa tigela grande misture a água + fermento e deixe descansar por 1min. Adicione o açúcar, sal, azeite e 1½ xícara de farinha de trigo. Misture bem a massa, por uns 3min. Cubra e deixe descansar por 30min. Coloque a farinha restante, aos poucos, e sove a massa sobre uma superfície enfarinhada, até formar uma massa lisa e homogênea. Divida a massa em 4 pedaços, abra com um rolo, formando um círculo de aproximdamente 20cm, coloque o recheio sobre metade da massa, feche-a, dobre muito bem as extremidades, dobrando a massa por cima dela mesma, para selar e evitar o vazamento do recheio. Pincele com gema (se estiver usando molho de tomate no recheio, espalhe um pouco do molho, mesmo) e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, por 30min, ou até dourar. 
rende 4 porções, cada uma vale uma refeição.
Coloque o recheio de sua preferência, já fiz algumas vezes com pepperoni, queijo de cabra e molho de tomate, refogado de frango com catupury, de carne moída, mussarela, enfim, infinitas possibilidades!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

muffin de framboesa e chocolate branco


Esta semana a Quéroul disse que odeia framboesas, ironicamente eu disse que também odiava, mas ela respondeu que era sério. Fiquei pensando que em todas as vezes que comi framboesas frescas também não gostei muito não, o mesmo aconteceu com mirtilos - já amoras e morangos eu prefiro in natura. Daí resolvi que só compro congelados, fica relativamente mais em conta e uso só para o que interessa: como estes muffins! Prudentemente eu fiz só meia receita, mas confesso que fiquei bem triste quando acabou :(
Receita desse blog bem legal.

2 colheres (chá) suco de limão
1 xícara leite
½ xícara óleo (usei de girassol)
1 ovo grande
2 xícaras farinha de trigo
3 colheres (chá) fermento em pó
½ colher (chá) sal
2/3 xícara açúcar
2/3 xícara chocolate branco
1 ¼ xícara framboesa (usei congelada)

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Numa tigela misture o suco de limão, leite, óleo e ovo. Noutra tigela misture a farinha, fermento, sal, açúcar. Adicione o chocolate branco, misture. Agora coloque a framboesa e mexa levemente para encobrir as framboesas com a mistura de farinha. Coloque a mistura de leite na mistura seca e mexa somente para homogeneizar a massa, não bata demais. Coloque a massa em forminhas, enchendo cerca de dois terços da capacidade das forminhas, e leve ao forno por 20-25min, ou até que um palito saia seco. Deixe esfriar numa gradinha. 
Rendimento: fiz meia receita e rendeu 7 bolinhos.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

torta brûlée de tangerina


Eu sou aquela pessoa que vive fazendo listas e pedurando na geladeira! Listas de compras, lista de tarefas... e nem é porque sou organizada ou metódica ou as duas coisas juntas, é porque minha memória é péssima mesmo! E claro que há também a lista de receitas que quero fazer, testar, experimentar, etc. Quando eu fiz estas tortinhas decidi que incluiria mais tortas na minha lista de receitas, pelo menos uma por mês, talvez, quem sabe.
Mas antes dessa resolução, já fiquei de olho grande nessa torta, e cismei que tinha que ser de tangerina, nenhuma outra fruta cítrica poderia substituir. Então, fiquei a esperar pacientemente a época das tangerinas aparecerem nas barracas da feira. Valeu a pena a espera! Curd de tangerina não fica tão azedinha quanto de limão ou maracujá, mesmo assim fica bem saborosa. A receita peguei aqui.
Ah, um problema que eu tenho com tortas é que depois de algumas horas a massa já fica molenga, perde a crocância. Isso não aconteceu com esta massa, mesmo no dia seguinte, guardada na geladeira, a massa ainda se conservava crocante. Foi a primeira vez que fiz, mas acho que vale experimentar, quem sabe esta receita resolveu meu problema com tortas...

massa:
200g farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
125g manteiga, gelada
125ml leite gelado
1 colher (chá) vinagre de vinho branco (usei de maçã)

recheio:
125ml suco de tangerina
raspas de 1 tangerina
suco de ½ limão tahiti
100g açúcar
80g manteiga sem sal
2 ovos + 2 gemas
1/3 xícara açúcar - para queimar


Comece pela massa. Na tigela do processador peneire a farinha, fermento e sal, acrescente a manteiga cortada em pedacinhos e pulse até formar uma farofinha. À parte misture o leite com o vinagre e adicione à farofinha, mantendo o processador ligado, até formar uma massa homogênea. Evite processar muito a massa, assim ficará mais crocante. Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 20min. Pré-aqueça o forno a 180ºC, unte com manteiga uma forma redonda de 23cm*. Abra a massa sobre uma superfície enfarinhada, com 0,5cm de espessura. Forre a forma com a massa, coloque uma folha de papel alumínio sobre a massa, e por cima espalhe feijões crus - isso fará peso sobre a massa e não vai deixá-la estufar enquanto assa. Leve ao forno por 15-20min, ou até ficar levemente dourada. Retire o papel e os feijões, deixe esfriar enquanto prepara a curd de tangerina.
Numa panelinha coloque o suco de tangerina e de limão, as raspas, açúcar a manteiga. Leve ao fogo baixo, somente até a manteiga derreter e o açúcar dissolver. Numa tigela média, coloque os ovos + gemas e misture com um garfo. Quando a mistura aquecer, despeje lentamente sobre os ovos, sem parar de mexer. Coloque tudo de volta na panela, mantendo em fogo baixo e mexendo sempre, até engrossar e cobrir as costas de uma colher de pau. Coloque a curd imediatamente sobre a massa pré-assada, passando por uma peneira para descartar as raspas. Alise com uma espátula para uniformizar o recheio e retorne ao forno por mais 5min, ou até o recheio ficar firme no topo - sinta com o dedo no centro da forma, se o dedo não grudar está pronto. Deixe esfriar, espalhe o açúcar por cima e queime com um maçarico (também pode usar o grill do forno), espere esfriar um pouquinho e sirva.
* fiz 2/3 da receita da massa e coloquei numa forma redonda de 20cm, já o recheio fiz exatamente a receita acima e foi a quantidade correta para rechear a torta.

terça-feira, 14 de junho de 2011

potinho de cogumelos, limão e parmesão


Em dias normais eu gosto de tirar um tempinho e preparar um almoço para mim, que seja diferente das sobras do dia anterior, ou alguma salada. Nem sempre consigo, seja pela fome que me apressa a fazer algo rápido, ou por algum compromisso. Felizmente há dias que eu posso aguardar algum tempo para almoçar, e assim preparei este potinho para meu pequeno almoço solitário. Mexi um pouco nas quantidades, porque três cogumelos me parecia tão pouco - não importa a quantidade, quando se trata de cogumelos, sempre parece pouco! Coloquei menos creme de leite, e tenho quase certeza que cream cheese seria um bom substituto. Receita adaptadinha do Panelinha.

8 cogumelos-Paris fatiados - usei fresco, eram pequenos, coloquei até encher metade da tigelinha
suco de ½ limão
2 colheres (sopa) parmesão ralado na hora
2 ovos
1 colher (sopa) creme de leite
sal, pimenta-do-reino e noz moscada

Usei uma tigela com capacidade para 1¼ xícara. Coloque os cogumelos fatiados na tigela, esprema o limão por cima, coloque o parmesão e um pouquinho de pimenta-do-reino por cima de tudo. Quebre os ovos numa tigelinha separada, coloque com cuidado sobre o queijo. Na mesma tigelinha dos ovos, coloque o creme de leite, sal, pimenta-do-reino e noz moscada a gosto, misture e coloque sobre os ovos. Leve ao forno pré-aquecido a 180C, em banho-maria, por 30min se quiser gema dura. Se preferir a gema molinha, deixe 20min.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

madeleines de mel


Vi esta receita no blog da querida Léia, e logo me encheu os olhos para querer preparar o quanto antes. É bem rápida para ficar pronta, assa rapidinho e ainda tive o prazer de ter minha cozinha perfumada pelo mel numa manhã de sábado. Levei para os meus sogros e foi aprovada e elogiada!

120g mel
2 ovos
60g manteiga
120g farinha de trigo
1 colher (sopa) rasa fermento em pó
1 fava de baunilha

Bata as gemas + mel com fouet até ficar homogêneo. Derreta a manteiga, espere amornar e despeje na mistura de gemas. Adicione a farinha, fermento (previamente peneirados) e as semetinhas da fava de baunilha. Bata as claras bem firmes, e incorpore à mistura delicadamente, para as claras não perderem o volume. Coloque a massa em forminhas untadas, leve ao forno pré-aquecido a 160ºC, por 20-25min, ou até que estejam bem douradas. Polvilhe com açúcar de confeiteiro no momento de servir.
rendimento: 12 madeleines.

terça-feira, 7 de junho de 2011

cookies de aveia, manteiga de amendoim e chocolate


Tenho colecionado receitas de cookies que quero fazer, ao mesmo tempo, vou adiando a hora de botar a lista para rodar, preferindo fazer bolos - sempre mais práticos. Aí estava vendo que acabaria com o pote de manteiga de amendoim sem antes preparar estes cookies, e do jeito que sou, teria grandes chances de acontecer! Sem exageros, este foi um dos melhores que já provei, todos os sabores aparecem e ficam muito bem combinados. Receita desse livrinho.

3 xícaras aveia em flocos
1 xícara farinha de trigo
1 colher (chá) fermento em pó
1 colher (chá) canela em pó
¼ colher (chá) noz moscada ralada na hora
¼ colher (chá) sal
225g manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 xícara manteiga de amendoim (usei Peter Pan crocante)
1 xícara açúcar
1 xícara açúcar mascavo
2 ovos grandes
1 colher (chá) baunilha
1 ½ xícara chocolate meio-amargo, picado (usei gostas de meio-amargo e ao leite)

Numa tigela grande misture a aveia, farinha, fermento, canela, noz-moscada e sal. Na tigela da batedeira coloque a manteiga, manteiga de amendoim e açúcares, bata em velocidade média até ficar cremoso. Adicione os ovos, um a um, e bata por 1 min após cada adição, então coloque a baunilha. Reduza a velocidade da batedeira e coloque a mistura de aveia. Desligue a adicione o chocolate picado. Cubra a tigela e leve à geladeira por2 horas - pode ser guardada de um dia para o outro também. Pré-aqueça o forno a 180ºC, faça bolinhas com 1 colher de sopa de massa (fiz bolinhas de 40g), achate levemente, coloque numa assadeira forrada com papel manteiga e deixe 5 cm de distância entre as bolinhas. Asse por 13-15min, virando a assadeira na metade do tempo. Os cookies estarão prontos quando estiverem dourados e firmes nas beiradas.
rendimento: cerca de 60 cookies. Fiz meia receita e obtive 22 cookies.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

bolo mármore de banana


... ou bolo de banana marmorizado? Não sei, fiquei na dúvida. Mas uma coisa é certa: não aprendo nunca e estou sempre comprando mais bananas que consigo consumir. Pedi na feira meia dúzia, o moço sugeriu nove, eu aceitei. Resultado, as três bananas excedentes ficaram rolando na fruteira. O livro de receitas também ficou rolando pela sala, até que me deparei com a receita deste bolo. Olha, fica bem fofinho, pouco doce, desses bolos com vocação para acompanhar um chazinho à tarde. Ah, como diz na receita, vale a pena usar bananas bem maduras, daquelas com a casca já escura, o aroma e sabor da banana ficam bem mais pronunciados. Mais uma receita do The Art & Soul of Baking.

1 xícara bananas amassadas (cerca de 2 grandes, ou 3 médias)
¼ xícara buttermilk* (usei creme de leite)
2 colheres (chá) extrato de baunilha
2 xícaras farinha para bolo (cake flour**)
1 colher (chá) bicarbonato de sódio
¾ colher (chá) fermento em pó
¼ xícara cacau em pó
3 colheres (sopa) águar fervente, ou mais se necessário
225g manteiga sem sal, temperatura ambiente - não muito mole
1 xícara açúcar
2 ovos grandes, temperatura ambiente, ligeiramente batidos.

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de bolo inglês (23x12cm***), cubra o fundo e laterais com papel manteiga, deixando 3cm do papel para fora da forma (o bolo vai crescer e ultrapassar o limite da forma). Misture as bananas amassadas com o buttermilk e a baunilha, reserve. Numa tigela, peneire a farinha, bicarbonato e fermento, reserve. Numa outra tigelinha, coloque cacau + água fervente, misture até formar uma pasta, se ficar muito grosso, coloque mais água aos poucos. Na batedeira coloque a manteiga e o açúcar e bata até ficar um creme bem claro, quase branco, cerca de 4-5min. Adicione os ovos batidos, uma colher de sopa de cada vez, deixando incorporar a cada adição. Em seguida coloque um terço da mistura de farinha, seguido de metade da mistura de banana, mais um terço da farinha, a outra metade da banana e por fim, o terço final da farinha, lembrando sempre de esperar incorporar bem à massa antes de adicionar a próxima mistura. Desligue a batedeira, divida a massa por dois, e adicione o cacau diluído, misture bem. Coloque colheradas das massas branca e escura, alternando, como um tabuleiro de xadrez, com uma colher faça leves movimentos circulares, para combinar as duas massas. Leve ao forno por 55-65min, ou até um palito sair seco. Deixe esfriar sobre uma grade e só desenforme depois de frio.
* para fazer 1 xícara buttermilk, misture 2/3 xícara iogurte desnatado com 1/3 xícara de leite.
** para 1 xícara de farinha para bolo: coloque 2 colheres (sopa) amido de milho numa xícara medidora e coloque farinha de trigo até completar 1 xícara, misture.
*** fiz 2/3 da receita  e coloquei numa forma de 19 x 8cm.