terça-feira, 30 de março de 2010

pudim de ovomaltine


Semana de páscoa e várias receitas com chocolate na fila de postagem esperando sua vez. Este pudim fiz num dia que o calor deu uma trégua, mas com os dias quentes das últimas semanas, nunca me parecia uma boa ocasião para postá-lo. Agora sim, uma discreta queda de temperatura por aqui, semana de páscoa, chocolate... este pudim me pareceu mais uma versão chiquetosa do bolo de caneca - aquele feito no microonda - tem uma textura mais para bolo que pra a cremosidade aveludada do pudim, o que dá para verificar na leitura dos ingredientes. Receita fácil daqui.

135g manteiga amolecida
1 ¼ xícara açúcar
2 ovos
1 ½ xícara farinha de trigo
2 ¼ colheres (chá) fermento em pó
½ xícara cacau em pó
½ xícara avelãs moídas
¼ xícara ovomaltine
1 xícara leite
ovomaltine extra para polvilhar
calda:
2/3 xícara açúcar mascavo
2/3 xícara ovomaltine
1 ½ colher (sopa) cacau em pó
1 ½xícara água fervente


Bata na batedeira a manteiga + açúcar até ficar um creme bem claro, adicione os ovos, um a um, e bata até ficar homogêneo. Adicione a farinha, fermento e cacau já previamente combinados e peneirados. Adicione então a avelã, ovomaltine, e o leite. Bata bem. Despeje a mistura sobre um refratário untado com manteiga, com capacidade para 2 litros*. Para a calda, combine todos os ingredientes secos, coloque a água fervente e mexa bem. Despeje a calda sobre a massa de pudim e leve o refratário ao forno pré-aquecido a 170C por 45-50 min, faça o teste do palito, que deverá sair seco. Polvilhe ovomaltine sobre o pudim ainda quente. Sirva morno.

*fiz meia receita e coloquei em 4 xícaras com capacidade para 200ml.

quinta-feira, 25 de março de 2010

bolo de canela


Um bolinho que não precisa de batedeira, suja três tigelas, não precisa esperar a manteiga chegar à temperatura ambiente e ainda já vai para o forno com recheio é perfeito para aqueles dias em que a preguiça e a vontade de comer algo doce parece andar juntas de mãos dadas. Devo confessar que fiz este bolo num dia que queria algo mais trabalhoso na cozinha, queria passar algum tempo concentrada cozinhando para esquecer as minhas feridas que teimam em abrir porque eu não falo delas. Mas o bolo era fácil e rápido demais, quando coloquei no forno fiquei com cara de tacho: "puxa, mas já acabou!", aí eu só fiz meia receita, eu e o marido comemos enquanto víamos TV, e no dia seguinte fiquei de novo com a cara de tacho: "já acabou?". Receita daqui.

1 1/4 xícara + 2 colheres (sopa) açúcar
1 colher (sopa) + 2 1/2 colheres (chá) canela em pó
1 1/2 colher (chá) café solúvel
1 3/4 xícara farinha de trigo
2 colheres (chá) fermento em pó
pitada de sal
3/4 xícara leite
2 ovos grandes
1/2 colher (chá) extrato de baunilha
115g manteiga sem sal, derretida e fria
84g chocolate meio-amargo picadinho, ou 1/2 xícara gotas de chocolate
para a cobertura:
170g chocolate meio-amargo, bem picado
2 1/2 colheres (sopa) manteiga sem sal, cortada em 4 pedaços


Pré-aqueça o forno a 180ºC, unte uma forma quadrada de 20cm, forre com papel alumínio e unte novamente. Numa tigelinha misture 2 colheres (sopa) do açúcar, 2 1/2 colher (chá) da canela e o café solúvel e reserve. Numa tigela grande misture a farinha, o açúcar restante, fermento, sal e a canela restante. Em outra tigela, misture o leite, ovos e a baunilha. Coloque esta misture sobre àquela mistura de farinha e mexa até ficar homogêneo. Agora misture a manteiga derretida até que seja totalmente absorvida. Despeje metade da massa na forma preparada, nivele e distribua o chocolate picado, por cima deste polvilhe a mistura de canela feita inicialmente. Cubra com o restante da massa e leve ao forno por 35-40min, ou até o bolo estiver pronto, quando uma faca sair limpa quando inserida na massa. Deixe o bolo esfriar um pouco, desenforme, e espere esfriar completamente. Enquanto o bolo esfria, prepare o recheio, levando em banho-maria o chocolate picado e a manteiga, não aqueça demais, somente até derreter. Se a mistura ficar muito quente, espere esfriar antes de colocar sobre o bolo, pois poderá escorrer pelas laterais. Se quiser, faça movimentos circulares na cobertura, usando uma faca de mesa, para efeito de decoração.
Fiz meia receita acima, acomodada numa forma quadrada de 15cm.

terça-feira, 23 de março de 2010

sorvete de pistache



Depois das outras duas receitas, sobrou só um pouquinho de pistache e saí a procura de algo que comportasse a quantidade que tinha guardado. Felizmente encontrei este sorvete, que fica muito cremoso e saboroso, achei que era pouco açúcar, então aumentei a quantidade para 100g, no fim das contas, nem foi necessário - meu paladar virou "adulto", finalmente. Daqui.

125g pistache sem sal e sem casca
75g açúcar
3 gemas
500ml creme de leite

Coloque metade do pistache com metade do açúcar no processador até ficar fininho. Os pistaches restantes, pique grosseiramente com uma faca e reserve. Com a outra metade do açúcar bata as gemas, até formar uma gemada cremosa. Numa panela, leve ao fogo o creme de leite e a mistura açúcar + pistache, deixe ferver. Imediatamente retire a panela do fogo e coloque a mistura sobre a gemada, mexendo sem parar. Retorne tudo à panela e mexa até engrossar, mas sem deixar ferver. Coloque numa tigela e deixe esfriar. Leve à geladeira por algumas horas. Passe a mistura na sorveteira e quando estiver pronto acrescente o pistache picado, deixe sorveteira a ligada por mais alguns segundos e está pronto. Coloque em pote hermético e leve ao freezer.

quinta-feira, 18 de março de 2010

barrinhas de pecã


Esta foi minha primeira vez com pecãs, e quanto tempo perdido só porque não ia com a cara delas! Desde criança eu olhei, cismei que era ruim e não quis saber de experimentar, na infância tinha muitas dessas bobagens, mas depois de grande - modo de dizer porque continuo baixinha - continuar com estes preconceitos e ainda querer ser cozinheira amadora é um insulto à culinária. Essas barrinhas são difíceis de parar de comer, ficam um pouco doces, por causa do mel, mas fiquei com saudade quando acabaram. Aqui usei açúcar mascavo escuro, era o único que tinha na ocasião, com o açúcar claro as barrinhas ficam mais bonitinhas. Receita do Cookies, da Martha Stewart.

massa
1 xícara + 2 colheres (sopa) manteiga sem sal, temperatura ambiente
3/4 xícara açúcar mascavo claro - aperte bem na hora de medir
1/2 colher (chá) sal
3 xícaras farinha de trigo

cobertura
1/2 xícara manteiga sem sal
1/2 xícara açúcar mascavo claro - aperte bem na hora de medir
1/4 xícara + 2 colheres (sopa) mel
2 colheres (sopa) açúcar granulado
2 colheres (sopa) creme de leite
1/4 colher (chá) sal
2 xícaras pecãs
1/2 colher (chá)  extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 190ºC. Faça a massa colocando na batedeira a manteiga e o açúcar mascavo, batendo em velocidade média por 2min, ou até ficar claro e cremoso. Coloque o sal e a farinha, adicione uma xícara por vez, batendo até ficar fofo após cada adição. Continue batendo até a massa formar grandes farelos. Pressione a massa numa forma retangular (22,5cm x 32,5cm)* deixando 0,5cm de espessura, fure com um garfo e leve à geladeira por 20min, para firmar. Coloque no forno e asse até dourar (18-20min). Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha.
Enquanto isso prepare a cobertura: numa panela coloque a manteiga, açúcar mascavo, mel, açúcar granulado e creme de leite, e leve ao fogo alto até abrir fervura, mexa sem parar até cobrir as costas de uma colher - cerca de 1 min. Retire a panela do fogo, acrescente o sal, pecãs e baunilha, mexa tudo. Coloque sobre a massa já fria. Leve ao forno (160ºC) até a cobertura começar a borbulhar (15-20min). Retire do forno, coloque novamente sobre a gradinha, até esfriar completamente. Passe uma faca nas laterais da forma, para a massa se desprender, vire sobre uma superfície, corte em pedaços. Guarde em pote hermético, em temperatura ambiente, por até uma semana.
*fiz meia receita e coloquei numa forma quadrada de 20cm.

terça-feira, 16 de março de 2010

muffin de maçã e lavanda



Fazia tempo que não usava lavanda, repeti algumas vezes este bolo e não experimentei mais nada. Neste muffin, o sabor da lavanda fica mais pronunciado, o que me fez indagar porque ainda não preparei uma xícara de chá com as belas florzinhas. Aqui reguei as maçãs com um pouco de limão, porque não queria que elas escurecessem enquanto separava os outros ingredientes, e o azedinho do limão de um toque a mais, aliás, aumentaria a quantidade de maçãs, mas fica a gosto. Receita daqui.

1 1/2 xícara farinha de trigo,
1/2 xícara açúcar
2 colheres (chá) fermento em pó
1/2 colher (chá) sal
1/2 xícara leite
1 colher (sopa) lavanda
1/2 xícara manteiga, derretida e fria
1 ovo grande, batido
1 xícara de maçãs, descascadas e picadas em cubinhos

Numa tigela grande peneire a farinha, açúcar, fermento e sal. Misture bem. Noutra tigela menor, misture o leite, lavanda, manteiga e ovo. Junte as duas misturas e coloque metade das maçãs picadas, misture. Coloque a massa em forminhas para muffin, enchendo 3/4 da capacidade, espalhe por cima as maçãs restantes. Leve ao forno pré-aquecido a 190°C, até dourar. Faça o teste do palito.
Rendimento: 12 muffins.

quinta-feira, 11 de março de 2010

scones de pasta de amêndoas


Quando vi essa receita sabia que precisaria fazê-la, afinal, amêndoa é minha fruta seca favorita, mas e a tal pasta de amêndoa? Pensei em somente bater as amêndoas com um pouquinho de leite, mas vi que não daria certo porque na receita dos scones pede uma pequena quantidade de açúcar, então precisaria de uma pasta doce. Depois de uma rápida procura, esta receita de pasta me contentou, porém, não tinha processador, só um pequenino, usado para triturar pequenas quantidades de frutas secas. Por causa destes scones decidi comprar um processador, eu que estava resoluta a não entulhar os armários com mais tranqueiras, acabei descobrindo que é muito rápido fazer massas sem ficar com meus dedos doloridos! A receita é do Baking Unplugged, da Nicole Rees, mas dessa vez eu fiz plugged, pois sou obrigada a admitir que processador não é tão inútil quanto julgava ser = )

scones

2 xícaras farinha de trigo
2 colheres (sopa) açúcar
2 colheres (chá) fermento em pó
1/4 colher (chá) sal
1/3 xícara pasta de amêndoa - aperte na xícara na hora de medir
1/3 xícara manteiga gelada
1/3 xícara gotas de chocolate
1/3 xícara creme de leite fresco
1 ovo grande
1/2 colher (chá) baunilha
1/4 colher (chá) essência de amêndoas

Pré-aqueça o forno a 190ºC e forre duas assadeiras com papel manteiga. Misture numa tigela grande a farinha, açúcar, fermento e sal. Coloque a pasta de amêndoa e a manteiga cortada em pedaços e com um garfo, ou os dedos, vá combinando a massa até formar uma farofa grossa. Numa tigelinha misture o ovo e creme de leite, e misture aos poucos à massa. Por último coloque as gotas de chocolate e combine somente para incorporar. Coloque a massa sobre uma superfície enfarinhada e faça um círculo de aproximadamente 20cm de diâmentro e 4cm de altura, corte em 8 pedaços usando uma faca afiada. Disponha os pedaços triangulares sobre as assadeiras e leve ao forno por 15-18min, ou até ficar ligeiramente dourado. Se quiser, polvilhe um pouco de açúcar antes de assar.


pasta de amêndoas

280g amêndoas sem casca e sem pele
280g açúcar de confeiteiro
140g açúcar granulado
1/4 xícara glucose de milho (karo)
1 xícara de água

Misture a água, açúcar granulado e glucose numa panelinha e leve ao fogo até levantar fervura, deixe ferver por uns minutinhos, desligue e deixe esfriar. Enquanto isso, coloque as amêndoas no processador de alimentos até ficar fininho, adicione o açúcar, e com o processador ligado coloque lentamente a calda de açúcar até formar uma pasta. Coloque em pote hermético e guarde na geladeira por até uma semana.
Fiz meia receita desta pasta, e rendeu aproximadamente 3/4 xícara.

terça-feira, 9 de março de 2010

sorvete de passas ao rum


Cansada daquele mesmo sorvete do supermercado, que para encontrar passas era uma questão de sorte e sentir o sabor do rum dependia da imaginação, decidi testar esta receita. Este sorvete fica super suave  na textura e as passas depois de 24h maceradas concentram todo o sabor do rum. Aos poucos confirmo que todas as versões caseiras dos meus sabores preferidos são incomparáveis aos industrializados. Receita do Perfect Scoop, do David Lebovitz.

100g uva passa (claras e escuras misturadas, só usei as escuras)
125ml rum escuro
3cm da casca de laranja (ou limão)
180ml leite integral
130g açúcar
375ml creme de leite (1 1/2 xícara)
pitada de sal
4 gemas

Numa panelinha coloque as passas, rum e a casca da laranja, leve para aquecer por 2 min e retire do fogo. Cubra e deixe as passas macerar por algumas horas, ou de um dia para o outro. Aqueça o leite, açúcar, 125ml do creme de leite. Numa tigela grande coloque o creme de leite restante (250ml) e deixe uma peneira por cima. Em outra tigela bata ligeiramente as gemas, e lentamente despeje a mistura de leite aquecido sobre as gemas, mexendo bem. Devolva a mistura à panela, em fogo baixo mexa até engrossar, sem deixar ferver; a mistura deve cobrir as costas de uma colher de pau. Coloque este creme na tigela reservada, passando pela peneira, misture bem e leve à geladeira. Enquanto isso, retire as passas do rum, descarte a casca da laranja. Meça o rum drenado e se for necessário acrescente mais para completar 3 colheres de sopa (45ml). Misture o rum à mistura de sorvete e coloque na sorveteira, de acordo com as instruções do fabricante, e quando o sorvete estiver pronto, acrescente as passas, deixe a máquina ligada por mais alguns segundos. Leve ao freezer em pote hermético por algumas horas antes de servir.

quinta-feira, 4 de março de 2010

cupcakes de manteiga de amendoim


Mais fácil impossível estes bolinhos! Só fiquei na dúvida se a consistência deles era mais firme mesmo, ou se foi o método "coloque tudo na batedeira" que os deixaram mais durinhos. Como faço sempre na primeira vez de uma receita, sigo o modo de fazer certinho, mas na próxima vez farei aquele esquema de sempre, bate manteiga com açúcar, depois ovos, farinha... E em alguns bolinhos, coloquei uma pequena quantidade de geléia de morango no meio, antes de assar, e ficaram muito bons. Receita do Modern Classics 2, da Donna Hay.

175g manteiga sem sal, amolecida
150g açúcar
3 ovos
1 3/4 xícara farinha de trigo
2 colheres (chá) fermento em pó
manteiga de amendoim cremosa, quanto baste

Coloque todos os ingredientes na tigela da batedeira e bata até ficar uma massa homogênea, cerca de 5min. Distribua a massa em forminhas para muffin, e por cima coloque de 1 a 1 1/2 colher (chá) manteiga de amendoim, e com o auxílio de um palito de dente faça movimentos circulares para a manteiga de amendoim se misturar à massa. Leve ao forno pré-aquecido (160ºC) por 20min, ou até um palito sair seco.
rendimento: 12 bolinhos.

terça-feira, 2 de março de 2010

cookies de castanha-do-pará e passas

 

Na fila da farmácia, aquele pacotinho de cookies daquela marca de barrinhas de cereais sempre me chama, e eu volto para casa devorando a meia dúzia de micro-cookies. Ultimamente encontrar algum pedaço de castanha é quase impossível, e a uva-passa fica no fundo no saquinho, junto com as migalhas. Até que resolvi fazer meus próprios cookies inspirados nestes. Usei esta receita, modifiquei pouquíssimos ingredientes. Eu gosto de uva-passa bem gorducha, por isso deixo aquecer um pouco com água antes, mas dessa vez não deu muito certo, pois deixou a massa úmida e eu queria cookies bem sequinhos, também colocaria mais canela. De todo jeito ainda ficou melhor que o industrializado, com generosos e fartos pedaços de castanha e passas!

110g farinha de trigo
60g aveia em flocos
1/2 colher (chá) fermento em pó
1/2 colher (chá) sal
1 colher (chá) canela em pó
100g manteiga, temperatura ambiente
75g açúcar mascavo
60g açúcar refinado
1/2 colher (chá) essência de baunilha
1 ovo grande, temperatura ambiente
3/4 xícara castanha-do-Pará, picada
1/2 xícara uva-passa escura

Numa tigela misture a farinha, aveia, fermento, sal e canela. Coloque na batedeira os açúcares e a manteiga, e bata em velocidade baixa até ficar bem cremoso, junte o ovo, baunilha. Adicione a farinha aos poucos e bata até ficar homogêneo. Desligue a batedeira e acrescente as castanhas e passas. Distribua a massa em colheradas (usei colher de sobremesa) em assadeira forrada com papel manteiga e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, até dourar. Deixe esfriar sobre gradinhas e depois coloque em pote hermético.